Ronaldo reclama de suas constantes substituições

0

O atacante Ronaldo disse nesta quinta-feira que embora seja verdade que não há intocáveis no Real Madrid, sempre é ele o jogador a ser substituído durante as partidas. O jogador saiu visivelmente irritado no último encontro do Campeonato Espanhol, no domingo passado, disputado no Santiago Bernabéu contra o Mallorca, após ser substituído pelo argentino Santiago Hernán Solari faltando poucos minutos para o fim do jogo. “Não conheço nenhum jogador que fique feliz quando sai de campo. Eu fico irritado e chateado. Sempre quero jogar para ajudar a equipe. Mas isso foi no corredor. Se tinha uma câmera ali, foi azar, mas não fiz nenhum gesto dentro de campo por respeito a meus companheiros e ao público”. “Vanderlei faz o que acha melhor para a equipe. Não acho que me use como exemplo. Não estou chateado. Aceito o que o treinador disser e não peço explicações. Aqui não há intocáveis, mas sempre que ele tira alguém, esse alguém sou eu”, acrescentou. O atacante disse que não se importa com o frio que venha a fazer no domingo em Numancia, pois a única coisa que quer é vencer. “O campo pode estar congelado e se tivermos que jogar assim será complicado. É preciso vencer a partida. Lembro de jogos disputados com neve. Na Alemanha já joguei em um campo congelado”. Nos últimos dias, dois nomes estão em questão na equipe, o do argentino Santiago Hernán Solari, que está à espera de sua renovação, e o dinamarquês Thomas Gravesen, última contratação. “Gostaria que Solari ficasse e que sua situação fosse regularizada. É meu amigo e um grande jogador, que está mostrando seu valor. Gravesen faz falta a esta equipe. Dá mais segurança na hora de defender. É uma opção para o técnico”. Com a chegada de Gravesen, Guti ficou no banco no último encontro do Campeonato Espanhol. “Guti estava muito bem. Para mim sempre foi a grande surpresa. Ele estava jogando muito bem em uma posição que não era a sua, mas perdeu peso e está se recuperando. Será um problema para o treinador, mas um bom problema”. Ronaldo avaliou a situação de seu compatriota Ronaldinho Gaúcho, após a possibilidade de o vice-presidente Sandro Rosell deixar o Barcelona no final de temporada. “Acho (Ronaldinho) normal e espero que o problema com Sandro e o presidente do Barcelona não o afete. Teria que estar à parte de tudo isto. É verdade que (Sandro) o levou para o Barcelona mas, como profissional, deve ficar à margem de tudo”. Outro assunto tratado na entrevista coletiva foi a eliminatória das oitavas-de-final da Liga dos Campeões, que disputarão contra o Juventus no próximo mês de fevereiro: “Temos uma pedra no sapato da última semifinal. Espero que possamos mudar a história desta vez e que seja uma grande partida. É como uma final e chegaremos preparados. O treinador está fazendo um grande trabalho e estamos melhorando taticamente”, afirmou. 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais