Seleção feminina disputa o Pan sob o comando de um técnico espanhol

0

SANTO ANDRÉ – SP (LCS) – A Seleção Brasileira Feminina de Handebol Adulto já tem um novo técnico. O espanhol Juan Oliver Coronado foi confirmado para comandar a equipe durante as competições do Campeonato Pan-Americano, que será disputado entre os dias 25 e 29 de maio, em São Bernardo do Campo (SP). A permanência do treinador após o término da competição ainda não está definida, já que ele precisa resolver alguns problemas em seu país antes de se dedicar totalmente à Seleção Brasileira.

De acordo com o presidente da CBHb, Manoel Luiz Oliveira, a escolha de Coronado para comandar a Seleção Feminina foi feita em conjunto pelos membros da Confederação. “Ele é o nosso escolhido para ser o técnico da Seleção e tem todo o apoio da comunidade do handebol. Mas não sabemos ainda se ele poderá permanecer à frente do grupo depois do Pan, porque depende de alguns detalhes que precisam ser resolvidos na Espanha”, explicou.

Para Oliveira, o estrangeiro poderá contribuir muito com o desenvolvimento do esporte no país. “O Juan já trabalhava conosco como consultor técnico e agora acrescentará mais ainda como treinador. Certamente poderá contribuir com o nosso plano de desenvolvimento do handebol no Brasil.” O dirigente acredita que o novo ciclo olímpico que se inicia agora irá marcar época na modalidade. “Eu costumo dizer que diversos momentos serviram como marco para o handebol brasileiro. Esses momentos construíram o que nós já temos. Esse novo ciclo que estamos iniciando, será certamente mais um marco para que consigamos a nossa meta, que é ser o terceiro esporte no Brasil”, acrescentou Oliveira.

O técnico, que ainda não chegou ao Brasil, se diz orgulhoso em poder comandar a equipe brasileira. “Para mim é um orgulho trabalhar com o Brasil e sempre estarei agradecido à Confederação, clubes, técnicos e jogadores por me deixarem compartilhar meu trabalho com eles. Para mim, a equipe nacional é o mais importante e está acima de tudo”, agradeceu o experiente Coronado. Além da vontade de treinar a Seleção, o espanhol, de 49 anos, irá emprestar sua vasta experiência como mestre em handebol e técnico de diversas categorias das Seleções Espanholas, além de vários outros trabalhos internacionais relacionados à prática desse esporte.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais