Sem acordo por verba, atletas do Santos Dumont esperam solução da CBF

0

Permanece o impasse entre o clube Santos Dumont e as atletas da equipe sobre a verba de R$ 50 mil encaminhada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para arcar com pelo menos duas folhas salariais durante a pandemia da Covid-19. A capitã do time, Lígia Montalvão, afirma que o presidente do clube, conhecido como Jó, segue irredutível e tem comunicado, através do treinador, que só efetuará o pagamento da ajuda de custo de R$ 500.

Nesta semana, a atleta tem mantido contato com um membro da CBF que, segundo Lígia, pediu 48h para tentar solucionar a situação. Enquanto isso as atletas permanecem treinando de casa desde que paralisada as competições. A equipe do Santos Dumont disputa a Série A2 do Campeonato Brasileiro Feminino. A vaga foi conquistada após o título do campeonato estadual, no segundo semestre do ano passado.

O valor de R$ 50 mil foi encaminhado ao clube pela CBF a título de auxílio financeiro para arcar com as despesas de dois meses com funcionários e atletas durante a pandemia. De acordo com Lígia, atletas e comissão técnica do clube, hoje, somam 30 pessoas.

Na semana passada, nossa reportagem encaminhou e-mail para a CBF pedindo informações sobre a verba, mas não fomos respondidos. Também tentamos contato por telefone, mas sem sucesso. Nossa reportagem não conseguiu localizar o presidente do clube Santos Dumont. O Portal Infonet fica a disposição por meio do telefone (079) 99642-9640 ou e-mail jornalismo@infonet.com.br.

Por Ícaro Novaes

Comentários