Veja como o Confiança pretende retomar os treinos presenciais

0
Sabino Ribeiro já passou por desinfecção (Foto: Ilustrativa/Confiança)

O planejamento para o retorno dos treinos presenciais com os atletas, no Confiança, já está pronto e deve ser apresentado em breve à Prefeitura de Aracaju. O clube divulgou a planilha nesta quarta-feira, 3, detalhando o trabalho que será realizado em 8 etapas de orientações para os atletas, que envolvem desde a saída de casa até o retorno pós-treino. Toda logística tem o objetivo de reduzir os riscos de contágio da Covid-19, quando os órgãos autorizarem a retomada dos treinos.

Antes que os treinos sejam retomados, todos os atletas, comissão técnica e membros do departamento de futebol passarão pelos testes sorológicos. Aqueles que apresentarem IgG positivo, ou seja, considerados imunes por já terem tido contato com vírus, passarão por uma avaliação pulmonar para verificar se há comprometimento provocado pelo vírus que impeça a execução de atividades físicas.

O protocolo também prevê rigor nas medidas de higienização e prevenção dentro e fora do centro de treinamento do clube. Os atletas terão que ter álcool em gel e máscaras nos carros e, no deslocamento para o CT, não podem dar carona a outros atletas e nem realizar paradas no caminho. Ao chegar na sede do clube, ainda dentro do seu veículo, passarão por aferição de temperatura por um profissional do clube. Apenas se estiver livre de sintomas, poderá entrar no centro de treinamento.

Os treinos

A cartilha do clube também detalha como serão os treinos após o retorno das atividades. Os atletas serão divididos em grupos de 6 a 8 pessoas e realizarão o treino em áreas abertas, cumprindo o distanciamento. Os vestiários não poderão ser utilizados e cada atleta ficará responsável pela higienização do seu material de trabalho. O atendimento médico ocorrerá de forma individual, quando necessário. Abraços, apertos de mãos e quaisquer cumprimentos com contato físico serão proibidos.

Ao final do treino, os atletas recolhem todo seu material de uso pessoal e levam para suas casas, com o dever de higienizá-los. “Todas as instalações do clube terão cuidados redobrados de higiene, com limpeza antes e depois da utilização dos aparelhos e a limpeza constante do local, não vai ser permitido aos atletas a utilização do vestiário, a alimentação vai ser individualizada, assim como a hidratação e também a suplementação, não vai haver compartilhamento de garrafa e nem outro objeto dentro do clube”, explica o médico do clube, Francis Vasconcelos.

Outro atenção que o clube pretende estender, durante este momento de pandemia, é ao uso de medicações entre atletas que, eventualmente, possam desenvolver sintomas da doença. Segundo o clube, as medicações, em geral, utilizadas para o controle da febre não geram testes adversos positivos de doping, no entanto, toda medicação que seja necessária entre os atletas deverá ter consulta do médico do clube.

Por Ícaro Novaes
Com informações do Confiança

Comentários