A casa caiu: Déda posta twitter desabafo contra Jackson

0

Postagem feita por Déda (Foto: reprodução Twitter)

Repercutiu como uma bomba a postagem do governador Marcelo Déda (PT) no final da manhã desta terça-feira, 16 no Twitter se referindo a uma decisão do governador em  exercício, Jackson Barreto (PMDB).  “Jackson nomeou o presidente da Codise a minha revelia. Estou triste e decepcionado. Minha saúde não me permite mais do que o desabafo”, lamenta Marcelo Déda referindo-se à nomeação de Roberto Bispo para presidir a Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise).

Ainda no Twitter, Marcelo Déda complementa: “Não comentarei mais o tema. Devo concentrar-me na minha saúde. Por recomendação dos médicos e necessidade de preservar minha vida”.

Uma possível crise entre Déda e Jackson Barreto já vinha sendo comentada nos quatro cantos do Palácio do Governo e no final da última semana, o radialista Gilmar Carvalho divulgou uma certa “insatisfação” de Jackson para com o secretário Oliveira Júnior, que estaria na corda bamba para deixar os cargos de subsecretário de Desenvolvimento Energético e secretário interino da Fazenda.

A postagem mais recente do radialista no NE Notícias foi: “Jackson Barreto (PMDB) vai negar publicamene, mas não é raro ouvir de seus aliados mais próximos informações sobre seu descontentamento com petistas mais ligados ao governador Marcelo Déda (PT). Parlamentar ligado a Jackson confidenciou a NE Notícias que ele "não se incomodaria" em ter Oliveira Jr em um cargo menor: "O que Jackson não quer é Oliveira como secretário”.

Analistas políticos acreditam que a intenção de Jackson Barreto com uma possível mudança no secretariado, é conquistar a maioria na Assembleia Legislativa de Sergipe visando adesões para a campanha de governador em 2014, do qual já se lançou pré-candidato.

E a nomeação de Roberto Bispo teria sido a gota d’água para Marcelo Déda, que mesmo estando internado no Hospital Sírio Libanês, onde faz tratamento para curar um câncer gastrointestinal, não suportou e fez as postagens na rede social.

Ficha Limpa

O jornalista Cláudio Nunes postou no blog dele no Portal Infonet, desta terça-feira, 16, uma surpresa com relação a nomeação de Roberto Bispo.

“Como pode? Roberto Bispo não foi condenado em segunda instância? Recentemente foi publicado neste espaço a aprovação do Congresso Nacional da ficha limpa para o serviço público. Ou seja, qualquer indicado para cargos comissionados não podem ter condenação alguma, mesmo sem ter transitada até o final. E agora, o governador em exercício, Jackson Barreto vai empossar Roberto Bispo, irmão de Luciano Bispo, de Itabaiana, na Codise. Para atender as necessidades partidárias não seria melhor indicar outro nome “Limpo” do grupo?”, indaga Cláudio Nunes.

E completa: “Roberto Bispo, foi secretário de Saúde em Itabaiana e é condenado, em segunda instância, na Justiça Federal, por improbidade (segundo dados colhidos ao se pesquisar o nome Roberto Bispo de Lima no site www.trf5.jus.br), ficando, inclusive, proibido de contratar com o poder público. À decisão cabe recurso, mas não seria este o momento de Jackson dar o bom exemplo e não nomear para tão importante cargo alguém sobre quem pairam acusações tão graves? Como diz a juventude nas redes sociais: fica a dica! E o governador Marcelo Déda? Aprovou essa nomeação “ficha suja”?

Posse

Mesmo com as declarações de Déda, o governador em exercício, Jackson Barreto manteve a solenidade de posse de Roberto Bispo [irmão do ex-prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo], que acontece de acordo com a assessoria de Comunicação do Governo do Estado, a partir das 16h desta terça-feira, no auditório do Centro de Convenções de Sergipe.

O Portal Infonet tentou ouvir  Jackson Barreto por meio da aassessoria sobre a postagem de Déda no Twitter, mas não obteve êxito e continua a disposição pelo telefone 2106-8000 ou pelo e-mail jornalismo@infonet.com.br

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais