Alese cria comissão para acompanhar obras da BR-101

0
Alese cria comissão para acompanhar obras da BR-101 (Foto: Assessoria de Imprensa)

Nesta quinta-feira, 14, a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) aprovou o Requerimento de autoria do deputado estadual Zezinho Sobral (Pode) para a criação de uma Comissão Temporária de Representação Externa para acompanhar in loco as obras da BR 101 nos trechos do Estado de Sergipe. O deputado anunciou que cobrou ao Governo Federal, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a conclusão da duplicação que já dura mais de dez anos.

O deputado gravou um vídeo do trajeto que fez no sentido Norte, de Aracaju até a cidade de Propriá, registrando todos os problemas que encontrou nas estradas. “A rodovia deveria estar pronta há anos. Saindo da capital até Pedra Branca, entrada de Laranjeiras, a pista é dupla. Ao chegar à ponte, é possível ver que não foi feita a cabeceira. A estrada continua duplicada e, na sequência, o trânsito volta a ser pista única. O pavimento de Pedra Branca até Maruim está pronto. O trevo está concluído, mas os veículos continuam em faixa única pela esquerda. Percebemos que, de Aracaju até Propriá, são 13 pontes concluídas, as cabeceiras não são feitas e os motoristas correm graves riscos”, reivindicou Zezinho Sobral.

O trecho da BR 101 em solo sergipano corta 206 quilômetros, sendo que, de acordo com o DNIT, 104 quilômetros compõem a duplicação que está inacabada.

“Na ponte do Rio Jenipapo, um pouco depois da entrada de Carmópolis, a pista segue com uma única faixa. Além disso, falta sinalização e a vegetação está invadindo essas pontes. Se fizerem as cabeceiras, o trecho estará concluído. São raros os trechos com obras ainda tímidas, sem placa identificando o início e o término. Em Propriá, a ponte está pronta, uma obra de arte, mas falta a interligação. Não dá para aguardar mais. São muitos percalços. Sergipe precisa de respeito. Esse atraso é um calo que Sergipe sofre”, lamentou o parlamentar.

O deputado explicou que apresentou o Requerimento pensando, especialmente, na segurança de condutores, pedestres e turistas que trafegam pela BR 101. “Essa Comissão tem como foco acompanhar, fiscalizar, cobrar e buscar melhorias para finalizar as obras de duplicação. Após essa aprovação, o próximo passo é irmos até Brasília conversar com o general Antônio Leite dos Santos Filho, diretor geral do Dnit, para tratar dos assuntos referentes à celeridade desta obra. Faço um apelo à classe política. A luta pela conclusão da BR 101 independe de partido político. É de todos nós. O Governo Federal e o Dnit têm a responsabilidade de concluir o mais rápido possível”, afirmou.

Visita ao Dnit

Iniciando o diálogo com a esfera federal, Zezinho Sobral esteve na sede do Dnit em Sergipe, acompanhado pelo presidente da Alese, Luciano Bispo, para dialogar com o superintendente interino Gustavo de Felippo e buscar alternativas. O encontro aconteceu na última terça-feira, 12. O Dnit é o órgão que administra as estradas federais em Sergipe.

“Foi uma reunião muito positiva. O superintendente mostrou sensibilidade com a causa e comprometeu-se a acompanhar a comissão e fortalecer o nosso diálogo diante dos empreendimentos de infraestrutura rodoviária Federal em Sergipe”, ressaltou Zezinho Sobral.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários