Augusto Bezerra cobra votação de projetos da oposição

0

Augusto Bezerra/Foto: Janaina Santos
Próximo do fim do primeiro semestre legislativo, o vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado estadual Augusto Bezerra (DEM), subiu à tribuna da Casa na manhã desta quarta-feira, 16, para mais uma vez cobrar das comissões temáticas a votação de projetos de autoria dos parlamentares da bancada de oposição e a votação destes projetos em Plenário.

Bezerra voltou a falar de projetos de sua autoria, como o que isenta a população de baixa renda, com consumo de água inferior a 10 mil litros de água, do pagamento de 80% da taxa de esgoto. O deputado estadual acredita que assim vai diminuir o índice de inadimplência e os consumidores serão motivados a reduzir o consumo para poder usufruir do benefício e pagar apenas 20% em cima da conta de água, mas sem mexer na receita da Deso.

“O governo dá com uma mão e tira com outra. O objetivo é evitar o desperdício de água. Vamos colocar os projetos em votação e ver se serão aprovados ou não pela maioria. Também tem o projeto, de autoria da deputada estadual Goretti Reis, que propõe a reintegração dos pedevistas aos postos de trabalho e outro que estabelece a realização de plebiscito, caso o governo queira privatizar o Banese, para saber o que a população deseja”, enumerou Augusto Bezerra, que pediu prioridade na votação dos pedevistas, que voltaram às galerias da Casa à espera de apoio à sua causa.

Pólvora

O deputado estadual também falou sobre a denúncia em relação ao suposto paiol de pólvora pura que estava armazenada na rua Boquim, no Centro de Aracaju, contendo 80 quilos do artefato. Augusto Bezerra disse que após seu pronunciamento na manhã de ontem, quando tornou público o assunto, ele soube, por policiais militares, que são fabricadas mais de mil munições diárias e que a responsabilidade pelo armazenamento da pólvora é do comando da Polícia Militar.

Augusto Bezerra disse que atualmente os policiais militares estão com medo de falar com receio de retaliações na corporação e citou o caso da prisão do sargento Vieira, que está detido após fazer críticas ao comando da PM. O líder da bancada de oposição, Venâncio Fonseca (PP), fez um aparte para apoiar o colega de bancada e disse que foi “visitar o sargento Vieira e ele falou que depois da denúncia sobre o armazenamento da pólvora foi uma correria no quartel para retirar o material da rua Boquim. Foi um grande reboliço”, declarou Venâncio Fonseca. “Só espero que o comandante não tenha levado a pólvora para a casa dele”, ironizou Bezerra.

Para finalizar seu pronunciamento, Augusto Bezerra criticou a manchete dos jornais que circularam hoje pela capital que traziam a manchete “Lula concede 7,7% de reajuste para aposentados”. Ele disse que o reajuste é enganação do governo federal, já que o aposentado continua a pagar o INSS. “Fica aqui, na manhã de hoje, o alerta da oposição”, concluiu.

Fonte: Agência Alese

 

Comentários