Augusto Franco: vereador cobra limpeza e iluminação

0
(Foto: Arquivo Portal Infonet)

O vereador Bertulino Menezes (PSB) fez pronunciamento, durante o Pequeno Expediente, na manhã desta quinta-feira, 16, na Câmara Municipal de Aracaju, cobrando maior atenção da PMA para com o Conjunto Augusto Franco, localizado no bairro Farolândia. Em nome dos moradores, o vereador reivindica limpeza urbana, recolhimento de entulhos e manutenção da iluminação pública.

“Espero que a administração municipal use o bom senso e resolva o problema porque tem dinheiro em caixa”, reagiu, cobrando a devida aplicação dos recursos da Cosip –  Contribuição para o Custeio dos Serviços de Iluminação Pública, atualmente estimada em R$ 400 mil/mês.  “Estes recursos são arrecadados pelo município com o objetivo de dar manutenção à iluminação pública da cidade. Mas a iluminação pública de Aracaju está entregue as baratas”, protestou.

Bertulino lamenta que, embora o Conjunto Augusto Franco tenha sido beneficiado com grandes obras na administração Edvaldo Nogueira, a exemplo do Mergulhão e do Mercado do Augusto Franco, atualmente a comunidade reclama o abandono da prefeitura.

Em visita a feira livre do Augusto Franco na noite da última quarta-feira,15, o vereador recebeu várias reclamações pela falta de reposição de lâmpadas.  Como exemplos, ele citou a rua H4, no final de linha, ao lado do Colégio Portugal; No mesmo local, as pessoas têm dificuldades de transitar porque as calçadas estão ocupadas por falta de recolhimento do lixo e de entulhos.

Ele também reclamou da falta de manutenção da iluminação na frente do posto de saúde; Já na rua Luís Santos Mendonça, ainda em frente ao posto de saúde, a população reclama que a falta de lâmpadas tem propiciado a presença de marginais e traficantes. “A prefeitura não repõe as lâmpadas, não utilizando os recursos provenientes da Cosip”, condenou. 

Bertulino também apontou a frente do Colégio Janelinha do Saber como mal iluminado, além de dois pontos de ônibus desprovidos de abrigos para acolher os usuários do transporte público. “Na rua João de Muniz Barreto, em frente a praça do antigo Izabella, que  o prédio caiu, foi cercado de arame e, sem limpeza e iluminação, vem servindo de esconderijo para bandidos bem na frente de um colégio que recebe diariamente centenas de crianças”, alertou.

Ele informa que, na avenida Canal 4, o cartão postal do Augusto Franco que dá acesso ao Mergulhão, o problema é de falta de limpeza do mato. Bertulino reforçou o pedido de atenção da PMA para com a limpeza e iluminação do Augusto Franco, na tentativa de contribuir com a administração municipal para prestar melhores serviços à comunidade. “A população do Augusto Franco pede encarecidamente que a administração dê a atenção necessária e aplique os R$ 400 mil/mês da Cosip na manutenção da iluminação pública visando reduzir a violência e o consumo de drogas no local”, registrou.  
  

Fonte: Assessoria de imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais