Bolsonaro descarta possibilidade de André Moura assumir a Anvisa

0
André Moura silencia diante de desabafo do futuro presidente (Foto: Assessoria de Imprensa)

O deputado federal André Moura (PSC/SE), lider do Governo Michel Temer (MDB) no Congresso Nacional, foi descartado pelo futuro presidente Jair Bolsonaro (PSL) para comandar a Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O deputado federal sergipano foi indicado pelo atual presidente Michel Temer (MDB) para ocupar o cargo no futuro Governo, mas o presidente eleito descarta a possibilidade de colocar um político à frente do órgão.

Texto reproduzido do twitter do futuro presidente

Na madrugada do domingo, 23, o presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, afirmou em uma das redes sociais que a Anvisa será ocupara por alguém com perfil técnico, mas nada antecipou sobre nomes. “Em meu governo, que terá início em janeiro de 2019, um PERFIL TÉCNICO ocupará a ANVISA, algo que infelizmente é SECUNDÁRIO diante da importância da Agência”, afirmou ele no Twitter, desta forma, com destaques em letras maiúsculas. E complementa: “Um órgão que terá o merecido valor para o desenvolvimento da medicina e outras responsabilidades”.

O Portal Infonet tentou ouvir o deputado federal. A assessoria de imprensa do parlamentar informou que André Moura não se manifestará a respeito desta questão. A assessoria confirmou que a indicação partiu do presidente Michel Temer, mas que a decisão ficará com o futuro presidente. A assessoria informou também que André Moura não disputará as eleições municipais em 2020, momento em que pretende atuar como cabo eleitoral para eleger candidatos indicados pelo grupo que lidera e garantiu que o parlamentar entrará no pleito de 2020, disputando possivelmente a vaga de deputado federal.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais