Câmara de Vereadores irá debater a tarifa do transporte coletivo

0
Debate acontece dia 29 na CMA (Foto: arquivo Portal Infonet)

A Câmara Municipal de Aracaju aprovou o Requerimento nº 294/2018, de autoria do vereador Iran Barbosa, do PT, para que seja realizada audiência pública, no plenário da Casa, no próximo dia 29 de novembro, às 15 horas, para debater a proposta de majoração da tarifa do transporte coletivo da Capital e da Região Metropolitana, encaminhada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). O Sindicato solicitou aumento da tarifa dos atuais R$ 3,50 para R$ 4,44.

“Mesmo que o reajuste não seja concedido no valor que os empresários do transporte está pleiteando, que eu considero uma solicitação abusiva, os usuários, em especial a parcela mais pobre que depende exclusivamente do transporte coletivo para ir e vir, não podem ser penalizados com qualquer tipo de reajuste neste momento crítico. É importante lembrar que os trabalhadores, que são parte significativa dos usuários do transporte coletivo, vêm sendo duramente castigados com a inflação e com as medidas impopulares do governo federal, que vêm produzindo a corrosão dos seus salários, queda no seu poder de compra e também desemprego. Precisamos discutir com a sociedade a inoportunidade desse reajuste”, explicou Iran Barbosa.

Para debater o assunto, o parlamentar convidou o superintendente da SMTT; Renato Telles, o presidente do Setransp; João Alberto Almeida, o economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese) em Sergipe, Luis Moura; o militante da ONG Associação Ciclo Urbano, Waldson Costa; e Demétrio Varjão, militante do “Movimento Não Pago”.

“Infelizmente, nós não podemos mais interferir diretamente na definição final do valor da tarifa das passagens dos coletivos, já que, em 2017, a maioria dos vereadores retirou do Poder Legislativo a prerrogativa de discutir e poder alterar o valor da majoração. Votei contrário à proposta por entender que esse é um tema que mexe diretamente com a vida de milhares de aracajuanos e que, portanto, não pode ficar restrito a uma decisão fechada apenas entre a Administração Municipal e os empresários do transporte. Ainda assim, não abriremos mão de fazer esse debate aqui na Casa e, por isso, propus essa Audiência Pública”, afirmou Iran.

Fonte: assessoria do parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais