Confira as propostas dos dois candidatos à prefeitura de Aracaju

0
Os dois candidatos disputam o segundo turno em Aracaju (Fotos: Facebook)

No próximo domingo, 29, os aracajuanos voltam às urnas para escolher o novo prefeito ou prefeita da capital sergipana. Os dois candidatos apresentam propostas na área da saúde, educação, infraestrutura, economia e segurança pública.

A delegada Danielle Garcia (Cidadania) elaborou seu plano de Governo dividido em quatro eixos de desenvolvimento: emprego e renda; eficiência e transparência; cidade sustentável; e inclusão e dignidade. Entre os compromissos prioritários está a realização de uma reforma administrativa; revisão dos contratos e formas de contratação. Também consta atualização, aprovação e implementação do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano; licitação do serviço de coleta de lixo e do transporte público; regulamentação das frotas de táxis, aplicativos, lotação e mototáxis.

No plano de governo de Danielle consta ainda a ampliação gradual das vagas de creche por meio de PPPs; ampliação da matrícula na pré-escola para atender as crianças entre 4 e 5 anos de idade; criação de um Centro de Referência no Atendimento Oftalmológico, do Centro de Diagnóstico por Imagem e Análises Clínicas e ampliação da oferta de serviços na UPA – Nestor Piva e UPA – Fernando Franco.

Na área de segurança pública o plano promete implantar um extenso programa de videomonitoramento, com integração com os sistemas já existentes (SMTT / PM – CIOSP), além de redefinição de atribuições e aparelhamento da Guarda Municipal.

Edvaldo Nogueira

Já o programa de governo do candidato à reeleição, Edvaldo Nogueira (PDT), propõe a construção de uma cidade sustentável, inteligente e mais inclusiva. O plano propõe na área da educação implantar a educação integral na rede municipal de ensino e ampliar a oferta de Educação Infantil (vagas em creche) na perspectiva do atendimento aos direitos de aprendizagem e desenvolvimento.

Na área da saúde Edvaldo promete finalizar a construção e colocar em funcionamento a Maternidade Pública de Aracaju; organizar a Atenção Primária à Saúde; complementar e ampliar o número de equipes de Atenção Básica nas unidades de saúde;  além de construir e reformar Unidades Básicas de Saúde (UBS) com áreas deficientes.

Na área de infraestrutura o plano de Edvaldo propõe implantar programa de desenvolvimento sustentável da Zona de Expansão; revitalizar o Centro da cidade; avançar no saneamento e urbanização dos bairros; e aprovar o novo Plano Diretor de Aracaju, com ampla discussão com a sociedade. Na área de segurança pública a promessa é implantar o cercamento eletrônico da cidade, com câmeras e softwares de qualidade, leitura de placas e reconhecimento facial; avançar no sistema de videomonitoramento integrado e vigilância eletrônica e valorizar e estruturar a Guarda Municipal.

Por Karla Pinheiro

 

Comentários