Covid-19: deputado pede mais segurança no restaurante Padre Pedro

0
Indicação foi aprovado durante sessão mista desta terça-feira, 4 (Foto: Reprodução de vídeo da Alese)

Os deputados aprovaram na manhã desta terça-feira, 4, a Indicação de nº 139/2021, que solicita ao Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Inclusão e Assistência Social (SEIAS), que diante do aumento de casos da Covid-19 em Sergipe, adote medidas de segurança e realize fiscalização do cumprimento de medidas de distanciamento para os usuários do restaurante Padre Pedro. 

A autor da Indicação, deputado Talysson de Valmir (PL), pede que sejam implantadas medidas que possibilitem uma maior segurança tanto à população, quanto aos funcionários. De acordo com a justificativa de Indicação, as medidas não estão sendo respeitadas no local. 

“O que conseguimos observar é que, não há nenhum tipo de controle na fila de espera, gerando um sentimento de insegurança, mas que por se tratar de serviço básico e essencial à população não pode deixar de funcionar”, justifica.  

SEIAS 

A Secretaria de Estado da Inclusão Social informou que está tramitando em estágio avançado o processo para mudança do local de fornecimento do Padre Pedro, que deverá ser transferido para o espaço onde hoje funciona o Clube do Vasco. “Maior e mais adequado ao aumento da demanda, identificado em quase 25% , e contando com parcerias para agilizar as providências administrativas para tornar o espaço adequado”, diz a nota.

Ainda segundo a nota, diversas medidas vêm sendo adotadas para trazer solução às dificuldades enfrentadas no Padre Pedro, dentre as quais se destaca a desobediência dos usuários às medidas preventivas de contágio que são recorrentemente orientadas por funcionários e vigilantes na fila. Segundo a SEIAS, todos os esforços estão sendo movidos para não interromper o serviço, considerado como essencial para a segurança alimentar da parcela da população que teve as vulnerabilidades aprofundadas pela pandemia.

A SEIAS pontua as medidas que estão sendo adotados: adaptação do serviço ao fornecimento de quentinhas desde março de 2020; demarcação do distanciamento, orientação na fila, disponibilização de álcool a 70% e distribuição de máscaras; adoção de outras medidas de proteção a usuários e funcionários, como desinfecção periódica e procedimento de testagem preventiva; solicitação de apoio à Polícia Militar e Guarda Municipal de Aracaju, que estão dando suporte diário ao serviço; readequação da distribuição aos usuários do Centro Pop; parceria como Ministério Público para a destinação de multas para melhoria do atual espaço, inclusive a instalação de novo toldo. A SEIAS aguarda desde outubro o cumprimento do acordo pela Coopertalse; e procedimento administrativo para mudança do espaço e programação para adequações urgentes e necessárias no espaço, como parte elétrica, hidráulica, dentre outras medidas indispensáveis ao funcionamento.

Por Karla Pinheiro

*Matéria alterada às 13h46 do dia 05/05/21 para inserir nota da SEIAS
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais