“Decisão da justiça foi acertada”, diz Firmo

0

(Foto: Arquivo Infonet)

O representante do Fórum em Defesa da Grande Aracaju, José Firmo, comemora a decisão da justiça em suspender a votação do Plano Diretor na Câmara Municipal de Aracaju (CMA).

No entendimento de José Firmo, a decisão da justiça foi acertada. “Nós estamos preocupados com a forma com que os vereadores vinham votando o plano diretor. O atual plano está 12 anos atrasado e pior seria da forma com que está sendo revisado. Foi uma decisão acertada tanto da petição administrativa quanto da decisão da justiça e esperamos que o plano não seja mais votado este ano, pois não há mais nem espaço e nem clima para a votação”, diz.

Questionado sobre a votação do plano pelos futuros vereadores de Aracaju, José Firmo acredita que os próximos vereadores vão saber respeitar a decisão da população. “Acho que os novos vereadores vão perceber a forma como eles [atuais vereadores] tratavam a votação e de que forma não pode ser votado o plano diretor”, conta.

Suspensão

A decisão de suspender todas as votações do Plano Diretor foi determinada pelo juiz de Direito Raphael Silva Reis, após um mandado de segurança movido pelo vereador de Aracaju, Bertulino Menezes (PSB), através de sua assessoria jurídica (os advogados Fernando Menezes e Flávio César Menezes).

CMA

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com o gabinete da presidência da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) que afirmou que a Câmara já foi oficializada da decisão. O Portal ainda tentou entrar em contato com o presidente da CMA, Emmanuel Nascimento, mas não obteve êxito. O Portal continua à disposição pelo email jornalismo@infonet.com.br ou pelo 2106-8000.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais