Déda pode convocar Força Nacional de Segurança em caso de aquartelamento

0

O Governador Marcelo Déda, ao comentar as manifestações dos policiais militares, sinalizou para o que pretende fazer se a situação se agravar. “Não vou, em hipótese nenhuma, perder o controle da situação”, disse ele. Explicou então que o governador de Santa Catarina, sr. Luis Henrique, sofre há seis dias com o aquartelamento da Polícia Militar. Ele convocou então tropas da Força Nacional de Segurança.

 

Se houver desestabilização também por aqui, ele não hesitará em pedir homens da FNS para enfrentar a situação de um possível aquartelamento. “Aquartelamento é motim e como tal será tratado”, afiançou ele. E, se o atual Comandante da PM ficar omisso, por força das pressões dos policiais militares, ele não hesitará em trazer um Coronel do Exército para comandar a Polícia Militar. “Reivindicação, sim. Rebelião, porém, não condiz com o estado democrático de direito”, disse Deda.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais