Deputado alerta para risco de contaminação da água por agrotóxicos

0
Zezinho alerta sobre a possibilidade de 15 municípios do estado de Sergipe estarem com rede de abastecimento de água contaminada por 27 tipos de agrotóxicos. (Foto: Jadilson Simões / Alese)

Na sessão plenária da da ultima quarta-feira, 17, o deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) fez um registro de alerta sobre a possibilidade de 15 municípios do estado de Sergipe estarem com rede de abastecimento de água contaminada por 27 tipos de agrotóxicos. Segundo disse o deputado, o alerta dado foi extraído de matéria publicada em  jornal impresso de grande circulação em Sergipe, com base em dados do Ministério da Saúde(MS).

De acordo com o que leu na matéria, os números revelam que a contaminação da água está aumento a passos largos. Pesquisa apontou que em 2014, 75% dos testes detectaram agrotóxicos. A taxa subiu para 84% em 2015 e foi para 88%  em 2016, chegando a 92% em 2017.

“Fico muito preocupado com o alerta dado por essa matéria. De acordo com base em dados do Ministério da Saúde (MS), o estado de Sergipe tem 15 municípios com rede de abastecimento de água contaminada por 27 tipos de agrotóxicos que podem causar doenças, como o câncer por exemplo”, preocupa-se Zezinho.

Lista de municípios

“A matéria aponta que os  municípios de Poço Verde, Lagarto, Boquim, Salgado, Itaporanga D’Ajuda, Santo Amaro das Brotas, Rosário do Catete, Siriri, Ribeirópolis, Itabaiana, Japaratuba, Muribeca, Pacatuba, Neópolis e  o de Propriá estão com água contaminada por agrotóxicos”, citou o deputado.

O Ministério da Saúde, conforme a publicação, diz que a vigilância sanitária dos municípios e dos estados deve dar o alerta aos prestadores de serviços de abastecimento de água para que tomem as providencias de melhorias no tratamento da água.  Diante desse cenário, o deputado Zezinho Guimarães posiciona-se e cita a importância da não privatização da Companhia de Saneamento de Sergipe, a DESO.

“Regiões de cana, regiões que plantam muito milho, tem de ter esse cuidado no consumo da água. É por isso que a  gente prega que a deso não deve ser privatizada pois ela tem que está no processo da universalização da água. Ou seja, ela tem que levar a água para todas as comunidades, toda a população, para que não haja o consumo de água de péssima qualidade. Em especial às águas de barragens, de poços artesianos, e de cacimbas. Pedimos ao Governo do Estado  através dos  órgãos  de fiscalização que façam urgentemente uma averiguação, apurem com rigor pois  as nossas barragens e as nossas águas, em especial de poços não profundos, estão contaminadas e diretamente nessas cidades citadas na reportagem”, apelou  o parlamentar.

Fonte: Alese

Comentários