Governador organiza inauguração de obras na ordem de R$ 130 milhões

0

Encontro reuniu secretários e o vice-governador (Foto: Marcos Rodrigues/ASN)
Organizar a logística para inauguração, até o mês de maio, de um elenco de obras plenamente concluídas que já alcançam o montante de R$ 130 milhões. Esse foi o objetivo principal de uma reunião comandada pelo governador Marcelo Déda no início da noite dessa quinta-feira, 24. Ao lado do vice-governador, Jackson Barreto, secretários de Estado e assessores, o governador realizou um levantamento de todas as obras prontas em diversos municípios do estado.

“A partir de um levantamento das obras que já estão plenamente concluídas, elaboramos um calendário de inaugurações e tivemos uma surpresa: avaliávamos que inauguraríamos o equivalente a R$ 100 milhões, marcando os primeiros 100 dias de governo, mas descobrimos que as obras prontas para inaugurar já alcançam o montante de R$ 130 milhões”, revelou o governador.

Segundo ele, até maio todo este cronograma de inaugurações será concluído, entregando oficialmente à população sergipana os equipamentos, obras e serviços, em diversos segmentos, para beneficiar a qualidade de vida. “Como se trata de um volume de obras extremamente elevado e diversificado, sentamos para construir um calendário de atividades que nos permita inaugurar com rapidez todas as obras já concluídas”, ressaltou.

Coordenação

Ainda segundo Déda, o vice-governador Jackson Barreto assumirá pessoalmente a coordenação deste projeto de entrega das obras. “Ele vai acompanhar a conclusão das obras que faltam ser concluídas por suas respectivas secretarias, além de mobilizar as respectivas comunidades para a entrega das obras. Jackson terá, portanto, a tarefa de definido o elenco de obras a ser concluído, monitorar e preparar a inauguração”, explicou o governador.

Participaram da reunião os secretários de Estado da Casa Civil, Jorge Alberto; Infraestrutura, Valmor Barbosa; Planejamento, Oliveira Júnior; Comunicação, Carlos Cauê, dentre outros assessores e representantes de secretarias.

Fonte: ASN

Comentários