Governador solicita permanência de Sergipe na equipe diretiva da Sudene

0

Ministro e Déda (Foto: Sérgio Amaral/ ASN)
O governado Marcelo Déda solicitou ao ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, a permanência de um sergipano em uma das diretorias da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). O economista Saumíneo da Silva Nascimento, que ocupava a vaga, foi  nomeado pelo governador para a presidência do Banese esta semana.

“Expressei formalmente ao ministro a importância de que o novo diretor daquela autarquia seja recrutado entre técnicos de Sergipe para que pudessem expressar, na diretoria da Sudene, também os interesses do estado”, resumiu o governador.

Recriada em 2007 por meio de lei complementar, o órgão, com sede em Recife (PE), tem como principal objetivo promover o desenvolvimento econômico e social da região.

Déda compartilhou sua opinião a respeito da entidade com o ministro. “A recriação da Sudene não pode ser apenas um ato simbólico. Tem que ser um ato político. A autarquia tem que revelar condições de intervir de maneira competente e com força no desenvolvimento da região”, disse o governador. “É preciso que ela detenha os recursos e as condições efetivas de ser parceira dos governadores no processo de fortalecimento do Nordeste”.

Por fim, o governador lembrou que é preciso discutir os vetos à lei complementar 125/07, que recriou o órgão, sujeitos à deliberação do Congresso Nacional, “de modo a encontrar o melhor desenho institucional que dê prestígio e condições financeiras para que a Sudene cumpra o seu papel”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais