Integrantes da CPI da Telefonia distribuem cartilha

0

Augusto Bezerra exibe cartilha que será distribuida (Fotos: Portal Infonet)

Os deputados estaduais, membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia vão distribuir na manhã desta quarta-feira, 21 no cruzamento dos calçadões das ruas João Pessoa com São Cristóvão, uma cartilha. O objetivo é conscientizar a população da importância da CPI, além de dar orientações sobre a qualidade dos serviços das operadoras.

Na tarde desta terça, os integrantes da CPI realizaram uma reunião na Sala das Comissões da Assembleia Legislativa. Foram convidados o presidente da Associação dos Municípios Região Centro Sul (Amurces), Antônio Fonseca Dórea, o Tonho de Dorinha; o presidente da Associação dos Municípios Região Barra do Cotinguiba (Ambarco), Fábio Henrique Santana e o secretário de Meio Ambiente, Genival Nunes para discutir os problemas da telefonia no meio rural.

Tonho de Dorinha, presidente da Amurces

De acordo com o relator da CPI, deputado Augusto Bezerra (DEM), o objetivo é que as discussões alcancem todo Estado de Sergipe. “Nós estamos abrindo os debates com os representantes dos municípios para que a CPI chegue em todo o Estado. Em Aracaju, a Vivo tem o maior número de torres, com 9 mil linhas em cada uma”, ressalta lembrando que em Sergipe, são dois milhões e 700 mil linhas.

Augusto Bezerra lamentou que os serviços da telefonia móvel celular não possuam qualidade em Sergipe. “Aqui as ligações caem a toda hora, os aparelhos esquentam muito, enfim, é muito difícil de falar na capital, imagine no interior. Amanhã os membros da CPI vão estar no calçadão entregando uma cartilha a população para que seja orientada. Para se ter uma ideia, o pré-pago [cartão] é quatro vezes mais caro”, destaca.

Integrantes da CPI da Telefonia

O deputado disse ainda que a CPI da Telefonia vai solicitar que o Procon multe as operadoras e vai impedir que comercializem novas linhas até que os serviços sejam melhorados, já que a legislação está ultrapassada.

O presidente da Amurces, Tonho de Dorinha enfatizou que no município de Poço Verde, a população quase não consegue usar o telefone celular. “Temos povoados localizados a 10 km da cidade em que o celular não pega bem. Para se ter uma ideia, em Poço Verde, estão pegando o sinal da Bahia. Nós vamos reunir os prefeitos para elaborar um abaixo-assinado e enviar para Brasília solicitando a melhoria dos serviços”, diz.

Nas próximas reuniões, serão ouvidos os representantes das operadoras e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O prefeito de Nossa Senhora do Socorro e presidente da Associação dos Municípios Região Barra do Cotinguiba, Fábio Henrique e o representante da Adema, Genival Nunes, não compareceram. A CPI da Telefonia instalada na Assembleia Legislativa de Sergipe tem como presidente, o deputado Venâncio Fonseca (PP), como vice-presidente, Zezinho Guimarães (PMDB), como relator, Augusto Bezerra, além de Zé Franco (PDT) e Jeferson Andrade (PSD).

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais