Jackson Barreto vota em clima de vitória pró-Dilma

0

Jackson Barreto: símbolo da vitória (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

O governador Jackson Barreto (PMDB) foi pontual e chegou por volta das 11h à seção eleitoral para digitar o voto favorável à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). O governador aguardou na pequena fila formada em frente à sessão, que fluiu com rapidez, mas enfrentou dificuldades no equipamento que não reconheceu a digital. Ele conseguiu votar depois que o mesário fez a liberação manual.

Ao final da votação, Jackson Barreto explicou que usou creme hidratante nas mãos, o que teria dificultado o reconhecimento da digital na biometria. Mas, este pequeno atraso não ofuscou a animação do governador, que defendeu a manutenção do Governo petista no Palácio da Alvorada, como forma de manter as políticas públicas em defesa do desenvolvimento da região Nordeste.

“Queremos mudanças, mas queremos mudanças dentro deste projeto que foi iniciado no nosso país por Lula e teve continuidade com Dilma”, considerou o governador. “Tenho certeza que Deus está acompanhando esta trajetória e sabe que Dilma é melhor para o Brasil”, complementou o governador.

Jackson é recepcionado por eleitores

Quando o governador chegou à sessão eleitoral, instalada em um colégio privado na rua Estância, foi recepcionado calorosamente por aliados e por um grupo formado por históricos petistas.

Entre eles, a primeira dama, Eliane Aquino, e o diretor corporativo e de serviços da Petrobras, José Eduardo Dutra e petistas que disputaram mandato no primeiro turno.

O governador destacou as obras realizadas em Sergipe com a parceria do Governo Federal e ressaltou que a retribuição do povo sergipano seria garantir a ampla vitória da presidente.

“Minha palavra neste momento é de vitória, deseja uma ampla vitória em todo o país para que haja continuação dos projetos e programas sociais, acima de tudo a contribuição que ela tem dado a Sergipe, ao nosso povo, no sentido de que a gente possa fazer Sergipe avançar mais”, observou.

Sem reconhecer digital

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais