Laércio discute expansão da UFS para o interior

0
Reunião com empresários de Estância (Foto: Assessoria Parlamentar)

O deputado federal Laércio Oliveira tem participado de constantes reuniões para discutir a expansão da UFS para o interior do estado. Essa semana, ele reuniu-se com o secretário Executivo do Ministério da Educação, José Henrique Paim, o reitor da UFS, Ângelo Antoniolli e o senador Eduardo Amorim (PSC-SE). Ele também recebeu em seu escritório a visita de empresários e representantes de entidades de classe de Estância, que foram pedir o seu apoio na luta pela criação do campus universitário do município.

O secretário Executivo do MEC afirmou que a consolidação do processo de expansão da UFS ocorre devido aos avanços alcançados pela instituição nos últimos anos. “Temos conhecimento dos problemas em Sergipe, como de espaços, salas de aula e uma série de outras questões. Se houver o projeto executivo pronto, o MEC garantirá os recursos consolidando o processo de expansão”, disse Paim.

O reitor da UFS informou que a UFS cresceu muito nos últimos anos. O número de alunos aumentou de 10 mil para 30 mil e para atendê-los a é necessário investimento em infraestrutura, seja na construção de novas salas de aula, de novos laboratórios, etc. “Para consolidar os nossos campi, é importante dar condições aos nossos professores, para que proporcionem aos nossos alunos um aprendizado com dignidade”, explicou o reitor Antoniolli.

O deputado lembrou que o projeto de expansão visa a ampliação do campus de Itabaiana e Aracaju e construção de novos campi em Estância, Nossa Senhora da Glória, Estância, Propriá e Nossa Senhora do Socorro.

Empresários de Estância

Em reunião com empresários de Estância, o diretor da CDL do município, Pedro Marcelo Siqueira, afirmou que Laércio foi escolhido pelo grupo dos interesses do município de Estância no Congresso Nacional. Segundo Pedro Marcelo, o parlamentar está presente desde o início das negociações e por conhecer bem todos os trâmites, será requisitado na hora certa. "Ele é o nosso representante, sua participação nas discussões é muito importante, porque Laércio está presente nessa historia do campus desde o início”, disse.

Na reunião, foram discutidos além da implantação do campus de engenharia, que deverá agregar uma incubadora de empresas e um parque tecnológico, o fortalecimento do polo têxtil que começa a despontar na região. "Com esse campus e do parque tecnológico estamos querendo diminuir a distância entre a oferta de emprego na área das tecnologias, e indústria, com a capacitação dos nossos jovens", disse o diretor da CDL.

Pedro Marcelo disse também que o polo têxtil vai motivar a geração de novas pequenas e micro empresas, e a incubadora terá um papel importante para o segmento. "A incubadora vai ter a finalidade de orientar o pequeno empreendedor para que ele possa ingressar na formalização", afirma.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais