Líder prega união da bancada para enfrentar os desafios do novo governo

0

Francisco Gualberto
No início das atividades parlamentares da atual legislatura na Assembleia Legislativa, o líder do governo na Casa, deputado Francisco Gualberto (PT), disse que a união da bancada irá favorecer a gestão administrativa do Estado. O deputado, que será líder pelo quinto ano seguido, prega justamente a união da bancada para que Marcelo Déda possa enfrentar os desafios do novo governo com mais força e determinação.

“O governador, na mensagem que trouxe para o parlamento, foi enfático ao dizer que Sergipe avançou nos últimos quatro anos, mas ainda precisa avançar mais. Precisa dar mais um passo à frente. É essa a expectativa de todos nós”, garante o deputado Gualberto. “Vamos contribuir no que for possível. O povo sergipano está representado nesta Casa, justamente com a intenção de consolidar as mudanças”.

Dos atuais 24 deputados estaduais, 19 integram a bancada eleita dentro da coligação partidária que apoiou a candidatura de Marcelo Déda em 2010. Quanto aos demais, quatro são do DEM e um do PSDB. “A postura do nosso governador foi muito correta. Vamos trabalhar para enfrentar bem os desafios da administração, mas em nenhum momento vamos desrespeitar ou desmerecer o trabalho da oposição”, afirma Francisco Gualberto.

Ciente da difícil tarefa que terá pela frente, ao conduzir com sapiência os assuntos que envolvem os interesses do governo na Casa, o experiente deputado petista acredita que terá o apoio integral dos demais colegas nas horas mais necessárias. “Vou ter humildade suficiente para discutir com a bancada todos os pontos que necessitarem de um debate mais abrangente. Precisamos de uma bancada coesa para enfrentar os obstáculos e superá-los para o bem do povo”.

Ainda em relação ao discurso de Marcelo Déda na tribuna da Assembleia, Francisco Gualberto destacou a sintonia de pensamentos entre o governador e a presidente Dilma Roussef quando o assunto é erradicação da miséria. “Confiamos na capacidade e nas ações dos nossos administradores para que esse problema da miséria desapareça de vez no Estado de Sergipe e no restante do Brasil”, disse o líder.

Fonte: Assessoria do Partlamentar

Comentários