Merenda escolar estragada em Rosário

0

A vereadora de Rosário do Catete, 37 quilômetros da Capital, Maura Cecília Santos (PDT), acusa o prefeito Etelvino Barreto Sobrinho, de servir merenda escolar estragada e de negligenciar a educação no município. De acordo com a vereadora que também é responsável pelo conselho da merenda escolar o caso aconteceu em uma escola para alunos com necessidades especiais.

“Na terça-feira, 29, como faço parte do conselho da merenda escolar fui até a escola e me deparei com a dispensa contendo achocolatados e biscoitos. A validade da embalagem era de 22 de setembro, ou seja, já havia passado sete dias. É um absurdo que isso aconteça com a educação em Rosário”, afirmou.

A vereadora disse ainda que no município existe apenas uma escola que atende cerca de mil crianças de forma precária. “A escola do Povoado Tamandaré foi fechada e a do Mutirão foi demolida, com isso todas as crianças passaram a assistir as aulas na Escola José Sotero Vieira de Mello que funciona em um prédio alugado com sem condição de funcionamento. As crianças assistem aulas em salas sem ventilação, com banheiros quebrados e sem alimentação”, relata.

Maura Vieira cobra uma posição do Ministério Público Estadual (MPE). “Infelizmente falta por parte do MPE maior atuação nesse caso porque até agora nenhuma providencia foi tomada e a situação é muito difícil. Já procurei o prefeito para tratar sobre essa questão, mas não consigo contato porque ele não mora na Cidade”, salienta a vereadora.

A equipe do Portal Infonet tentou contato com o prefeito Etelvino Barreto, mas fomos informados que o mesmo esteve no gabinete nesta quarta-feira, 30, e havia saído sem previsão de retorno. 

Por Kátia Susanna   

Comentários