Oponentes de Jackson lançam João para Governo

0
Nilson Lima: perspectiva de apoio do PSB à pré-candidatura de João (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O PPS está articulando entendimentos políticos e está aglutinando partidos de oposição ao governador Jackson Barreto (PMDB) em defesa de um projeto político pela renúncia do prefeito João Alves Filho (DEM) à Prefeitura de Aracaju para emplacá-lo como a alternativa do grupo na disputa pelo Governo do Estado nas próximas eleições.

De acordo com informações do ex-secretário municipal de finanças, Nilson Lima, uma das principais lideranças do PPS no Estado, pelo menos quatro partidos já bateram martelo pela pré-candidatura de João Alves Filho ao Governo do Estado. Lideranças do PPS, do DEM, do PSDB [partido do vice-prefeito José Carlos Machado], e PMN se reuniram na noite da terça-feira, 18, e chegaram ao consenso pela indicação do prefeito João Alves Filho.

Nilson Lima revelou que o partido também já conversou com o deputado federal Valadares Filho, que está articulando entendimentos políticos representando o PSB. Lima demonstra otimismo quanto ao apoio do senador Antonio Carlos Valadares a este projeto político como forma de fortalecer o palanque do PSB em defesa da candidatura do governador pernambucano Eduardo Campos pela Presidência da República.

Para Nilson Lima, esta alternativa por Eduardo Campos e o incômodo do PSB decorrente dos desentendimentos com o PT que culminou com a exoneração do superintendente da Caixa Econômica Federal em Sergipe são fatores determinantes para conquistar o PSB no projeto para elevar o prefeito João Alves Filho à condição de pré-candidato ao Governo do Estado.

Na ótica de Nilson Lima, o entrosamento do governador Jackson Barreto (PMDB), o candidato natural à reeleição, e o prefeito João Alves Filho não passa de entendimentos administrativos em benefício dos interesses da população de Aracaju. “Entendemos que eles não têm motivos para esconder a verdade, é realmente uma aproximação administrativa”, observa Lima.

Na próxima semana, o grupo em defesa do quarto mandato de João Alves Filho no Governo do Estado volta a se reunir para fazer avaliação dos encaminhamentos, mas o PSB não estará presente.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais