Pedido de cassação de Déda é levado ao TSE

0

Marcelo Déda comenta decisão da PGE
O processo de cassação contra o governador Marcelo Déda (PT) foi mantido nesta segunda-feira, 17 pela Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) do Tribunal Superior Eleitoral. Foi emitido ainda parecer que recomenda a retirada de Marcelo Déda do Governo de Sergipe.

Mesmo o presidente do PTB em Sergipe, Gilton Garcia, já tendo solicitado o arquivamento da ação, alegando não ter qualquer interesse no prosseguimento do processo, a PGE entendeu que o processo não pode ser extinto somente por este motivo.

Ministério Público

O governador Marcelo Déda comentou o parecer emitido pela Procuradoria Geral Eleitoral, pedindo a sua cassação no processo que tramita no TSE. Segundo ele, “é apenas a opinião do Ministério Público, que não se limitou a declarar seu interesse pela causa, mas resolveu também opinar sobre o mérito da matéria.

Déda disse que essa é a mesma opinião que o Ministério Público já havia externado em Sergipe e cujo teor já foi julgado pelo TRE, que considerou que não houve prática de promoção pessoal do governador, que não houve irregularidades na eleição e nem dano ao processo eleitoral.

Defesa
 
Os advogados do governador disseram que vão continuar com a mesma linha de defesa que já foi vitoriosa em Sergipe, até porque o Ministério Público, em seu parecer, omite o fato de que o candidato adversário de Déda era governador e estava no exercício do mandato, o que torna bastante improvável que atos supostamente praticados por um prefeito, em março de 2006, possam ter tido efeito sobre o processo eleitoral de 2008, contra um adversário que era governador e estava no cargo.

Com informações da ASN

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais