Pirambu: R$ 44 mil em conta do Fundeb

0

José Nilton: “É impossível  pagar a folha do magistério com apenas R$ 44 mil”
O prefeito de Pirambu, José Nilton (PMDB), ficou surpreso ao encontrar na conta do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), R$ 44.389,06, mesmo com o repasse de R$ 254.937,07. De acordo com ele, apesar de ter recebido o valor suficiente para o pagamento da folha, a administração anterior não pagou o salário de dezembro de 2008, nem deixou dinheiro para quitar o débito com o pessoal do magistério.

 

José Nilton informou ter consciência da dívida do município com os professores e que está fazendo grande esforço para garantir  o pagamento do salário de janeiro no próximo dia 30. “Compreendemos a reclamação dos professores, mas o mês de dezembro deveria ter sido pago pela gestão passada. Hoje, a folha do magistério chega a R$ 214 mil, e é impossível pagá-la com um saldo de apenas R$ 44 mil”, explica acrescentando estar tomando todas as medidas para garantir o pagamento do salário dentro do mês trabalhado.

 

Comprometimento da folha


O prefeito de Pirambu falou ainda sobre o elevado comprometimento do Fundeb com a folha dos professores.  “A lei diz que os governos devem aplicar o mínimo de 60% do fundo com o pagamento dos salários, mas em Pirambu, a folha praticamente consome 100% do Fundeb. Esse cálculo leva em consideração uma folha de aproximadamente R$ 214 mil, na qual devem ser acrescidos 22% de encargos sociais, enquanto o repasse chega a R$ 254 mil. Com isso, não sobra dinheiro do fundo para a manutenção da rede municipal”, enfatiza destacando estar a disposição do Sintese e do Ministério Público Estadual para discutir a situação.

 



Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais