PMSC realiza V Conferência Municipal de Assistência

0
(Foto: Jr.Ramalho)

Com o objetivo de analisar, propor e deliberar as diretrizes para gestão e financiamento do Sistema Único da Assistência Social (SUAS), com base na avaliação local, a Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e do Trabalho, realizou nesta segunda-feira,29, a V Conferência Municipal de Assistência Social.

Com o tema “A gestão e o financiamento na efetivação do SUAS”, o evento acontecou no auditório  do Centro Administrativo  – antigo Instituto Deus é Tudo –  até às 17h, e conta com a presença da prefeita, Rivanda Batalha, do vice-prefeito, Jorge Eduardo, do secretário de Educação, Mário Jorge, da conselheira Estadual de Assistência, Ingrid Santana e da população.

Marcam presença ainda a assistente social do Ceas, Albertina Moraes, o vereador, Jorge Lisboa, representando os demais vereadores da Casa, o presidente do Conselho Municipal de Assistência, Luiz Carlos e servidores municipais. Responsável pela abertura da conferência, a prefeita Rivanda enfatizou que o evento oportuniza a discussão de assuntos impreteríveis para o desenvolvimento do município.

“Precisamos dedicar total atenção as crianças e aos idosos, uma vez que os pequenos são o futuro da nação e os idosos já plantaram os frutos que colhemos. Parabenizo a todos pela dedicação e esforço em participar da conferência”, frisou a gestora declarando o evento aberto.

Na sequência, o coral dos adolescentes que integram o grupo de Fortalecimento de Vínculos de São Cristóvão, deu início as apresentações culturais. Logo após, representando a secretária do Desenvolvimento Social, Madalena de Goes, Iole Rezende realizou a leitura do Regimento Interno.

Programação

Finalizando a primeira parte da conferência, cerca de 160 inscritos participaram de duas palestras: “A gestão e o Financiamento na Efetivação do SUAS”, ministrada pela assistente social, Albertina Moraes, e “ Gestão Municipal de Assistência Social – tendências e desafios -”, ministrada pela prefeita Rivanda Batalha.

À tarde, os participantes foram divididos em grupos para debaterem seis eixos temáticos, sendo eles, Cofinanciamento obrigatório da assistência social; Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS): Vigilância socioassistencial, Processos de planejamento, Monitoramento e avaliação; Gestão do trabalho; Gestão dos serviços, Programas e projetos; Gestão dos benefícios no SUAS; e regionalização.

Ao final, cada equipe apresentará suas propostas e em conjunto com os demais participantes, elegerão as indicações que serão levadas pelos delegados, também eleitos neste dia, à Conferência Estadual de Assistência, que acontecerá em breve.
De acordo com a secretária do Desenvolvimento Social, Madalena de Goes, o grande desafio da Conferência Municipal é estabelecer processos saudáveis para a formação de Políticas Públicas de Assistência Social.

“A Secretaria tem a compreensão de que o esforço da realização desta conferência se justifica especialmente pela oportunidade de construir uma Política Pública ampla e democrática, principalmente porque envolve seus verdadeiros protagonistas: usuários, trabalhadores, conselheiros, gestores e sociedade civil”, pontuou Madalena.

Fonte: Ascom

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais