Policiais ameaçam não fazer a segurança no mês de São João

0

(Fotos: Bruno Antunes/Portal Infonet)

Após a aprovação do reajuste para os delegados de polícia com o índice de 5% além dos 5,7% concedidos pelo governo aos servidores de forma linear, as demais categorias da polícia ameaçam protestar durante o mês de festejos juninos em Sergipe. Dirigentes das categorias de policiais civis e militares disseram na manhã desta quinta-feira, 26, que durante os principais festejos no estado, a segurança vai estar ameaçada.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Antônio Morais, falou que não vai ter policiamento no forró. “Alguns deputados e coronéis que tem empresa de segurança vão gostar disso. Nós presenciamos agora um estelionato com os trabalhadores, o mundo está de cabeça para baixo”, afirmou na manhã de hoje.

Perguntado se a aprovação do reajuste para os delegados poderia provocar uma ruptura na classe policial, o sargento Vieira disse que a ruptura já estava feita a muito tempo. “Ainda podemos pegar um macaco hidráulico e tentar juntar, mas nesse passo que está sendo dado pode ter certeza. Se Sergipe é o país do forró, neste ano nem povoado será, talvez se muita sorte tiver será um arraial”, ironiza.

Deputado Capitão Samuel

O deputado Capitão Samuel (PSC) que é o representante das policias na Assembleia dos Deputados foi ainda mais claro. “O que vai acontecer é que as categorias policiais vão se reunir e colocar em risco a segurança do São João, tudo isso por causa do aumento diferenciado para a categoria dos delegados de polícia em detrimento das outras classes policiais”, aponta.

Por Bruno Antunes

Comentários