População de Indiaroba vai ao MP contra taxa de iluminação pública

0
Parlamentares não compareceram à sessão (Foto cedida pela população)

Oito dos 11 vereadores de Indiaroba não compareceram à Câmara Municipal da cidade e deixaram a população indignada. A sessão deveria ocorrer na noite dessa última terça-feira, 14, e debater sobre a taxa de 15% cobrada pela iluminação pública. Por causa da situação, os moradores ingressarão com uma ação judicial contra a cobrança.

“A gente tinha acertado com os vereadores, mas ao chegar na Câmara percebemos que os oito que votaram a favor do projeto não estavam”, disse o comerciante e representante do movimento Jair Francisco dos Santos.

População de Indiaroba reclama de taxa de iluminação pública (Foto: Welma Leite)

Neste mês de agosto, a população de Indiaroba começou a pagar contas de energia elétrica mais altas. “O prefeito diz que existe uma dívida de gestores passados, que ele parcelou em R$ 35 mil mensais e a taxa [repassada à população] tinha que ser essa mesmo”, explicou Jair.

Mas, de acordo com ele, o percentual é muito alto para uma cidade em que a população se sustenta, em sua maioria, através da pesca e da agricultura. “Um colega, dono de mercadinho, pagou R$ 836. Todo mundo, até os mais pobres, precisam pagar essa taxa”, informou.

“Os vereadores aprovaram o aumento entre 3% e 15% e a prefeitura sancionou logo o mais alto, de 15. Então os vereadores têm que questionar. Em outros municípios a taxa é de cerca de 4%”, reclama Jair Francisco.

Sem êxito no diálogo com os oito vereadores do município, a população começou a colher assinaturas para mover uma ação judicial no Ministério Público do Estado contra a prefeitura. “Já temos mais de 1000 e vamos continuar recolhendo”, informou o representante.

O Portal Infonet tentou contato com a Câmara Municipal de Indiaroba e com o prefeito Adinaldo do Nascimento Santos, mas não obteve êxito. Continuamos à disposição elo telefone 2106-8000 e e-mail jornalismo@infonet.com.br.

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais