Posse de Ulices Andrade é prestigiada no TCE

0

Ulices Andrade fazendo o juramento (Foto: Marcos Rodrigues/ASN)
O auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) ficou pequeno no final da manhã desta quinta-feira, 4, quando da solenidade de posse do novo conselheiro Ulices Andrade [que foi indicado por unanimidade pelos deputados estaduais] que passa a ocupar a vaga proveniente da aposentadoria do conselheiro Antônio Manoel Carvalho Dantas.

Para o presidente do TCE, Reinaldo Moura a chegada de Ulices Andrade reflete nos 22 anos que ele [Ulices] dedicou à gestão pública. “Ulices atende a todos os quesitos constitucionais para assumir o cargo como conselheiro. Possui experiência política, administrativa e passou pela Assembléia ocupando a presidência por duas vezes e participando das comissões mais importantes da

Momento em que Reinaldo Moura conduzia Ulices à solenidade (Fotos: Portal Infonet)
Casa”, ressalta.

O governador Marcelo Déda (PT) afirmou que a escolha do novo conselheiro traduz o consenso e unanimidade do Poder Legislativo. “Ulices Andrade tem experiência parlamentar e na administração pública, reúne condições fundamentais como sua capacidade técnica e, assim, Ulices é um perfil que vai enriquecer ainda mais o Tribunal de Contas”, acredita o governador.

Marcelo Déda disse ainda que Ulices Andrade possui experiência na iniciativa privada por ter sido empresário, tem experiência política por ter sido parlamentar por mais de 20 anos e vivência administrativa por ter conduzido a Assembléia Legislativa como presidente

Colocação do colar de conselheiro
por um período de quatro anos.

“Além disso, Ulices reúne tudo aquilo que faz qualquer bom conselheiro: capacidade técnica, conhecimento da administração pública e sensibilidade para fazer com que as funções do tribunal sejam cumpridas, prestigiando o órgão e tranqüilizando a sociedade em relação ao bom uso dos recursos públicos. Sem dúvida alguma vai enriquecer ainda mais essa Corte de Contas”, enfatiza o governador.

Sertanejo

O novo conselheiro lembrou as origens e mostrou-se satisfeito em ter chegado ao 

Auditório do TCE ficou lotado
TCE.  “É uma grande honra para um sertanejo nascido em Canhoba ter a oportunidade de, a partir de agora, ocupar um lugar nesta instituição. Esta Corte presta relevantes serviços para o Estado de Sergipe, fiscalizando e orientando aqueles que são responsáveis pela aplicação de recursos públicos e eventualmente punindo gestores que tenham se portado de forma irregular”, afirma.

“O passado é história, o futuro é um mistério e o presente, é uma dádiva, por isso que é presente. Essa nova fase representa a forma de contribuir com o poder público e reafirma os compromissos”, discursa.

Por Aldaci de Souza

Comentários