Postagem: TJ abre processo administrativo para apurar conduta de juiz

0
Desembargadores decidiram por unanimidade instaurar o procedimento disciplinar (Foto: TJSE)

Os desembargadores do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) decidiram por unanimidade, durante sessão do Pleno na última quinta-feira, 21, instaurar processo administrativo disciplinar para apurar a conduta do juiz Aldo Albuquerque Mello, que publicou em suas redes sociais mensagens sobre aglomeração durante a pandemia.

O relator do processo, desembargador Diógenes Barreto, entendeu que as declarações postadas pelo magistrado em março deste ano, momento em que a pandemia foi agravada no Estado e medidas mais restritivas foram adotadas, vão de encontro o Código de Ética da Magistratura, que preza pela imparcialidade, independência e conduta ética na vida pública e privada.

Relator do processo entendeu que a postagem do magistrado é uma manifestação de caráter político e irônica (Foto: Rede social)

O relator aponta que as declarações postadas nas redes sociais causaram grande repercussão nos meios de comunicação e na sociedade, e que denotam ironia e manifestação de caráter político ao estimular aglomeração através da expressão “Aglomera Brasil”.

Entenda

Em março deste ano, o juiz postou uma foto em sua rede social durante uma reunião familiar e no texto ele usou a expressão “Aglomera Brasil”. Na postagem, ele disse ainda para as pessoas viverem e deixarem os que idolatram a morte passando vergonha.

A Associação dos Magistrados de Sergipe (Amase) informou que está se manifestando sobre o assunto. O Portal Infonet não conseguiu contato com o juiz Aldo Albuquerque Mello. A equipe de reportagem está a disposição do magistrado através do e-mail jornalismo@infonet.com.br.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais