PRE pede que saques acima de R$ 20 mil sejam proibidos até as eleições

0

Medida visa coibir prática de venda de votos nas eleições deste ano
A Procuradoria da República em Sergipe (PRE/SE) pediu que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) obrigue os bancos a proibirem os saques acima de R$ 20 mil entre os dias 30 de setembro e 4 de outubro. A ação cautelar pede ainda que os bancos sejam obrigados a informar ao TRE todos os saques acima de R$ 10 mil.

O objetivo da PRE/SE é coibir a compra de votos neste período que precede as eleições. Assinam a ação o procurador regional eleitoral Ruy Nestor Bastos Mello e os procuradores eleitorais auxiliares Pablo Coutinho Barreto e Rômulo Almeida. Eles alegam que há notícias sobre compra de votos em várias partes do Estado, além disso, em eleições anteriores, o próprio TRE apreciou diversos processos movidos pela PRE por compra de votos.

Os Tribunais Regionais Eleitorais de Roraima, Piauí, Alagoas, Rondônia e Pará já concederam liminares semelhantes atendendo ao pedido das Procuradorias Eleitorais daqueles Estados. A PRE/SE pede que, caso concedida, a decisão seja estendida aos bancos do Brasil, do Estado de Sergipe (Banese), do Nordeste (BNB), Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Real/Santander, HSBC e BicBanco. 

Fonte: Ascom/MPF

Comentários