Prefeitos sergipanos lotam encontro com Ideli Salvatti

0

Prefeitos de 62 municípios compareceram ao evento (Fotos: Portal Infonet)

A ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, o governador Marcelo Déda (PT) e o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM) fizeram a abertura na manhã desta terça-feira, 26, do Primeiro Encontro Estadual com Novos Prefeitos e Prefeitas. Dos 75 prefeitos sergipanos, 62 compareceram ao evento no Prodigy Beach Resort & Conventions, na Barra dos Coqueiros.

Todos os prefeitos participam do encontro com a expectativa de que sejam liberados recursos para serem aplicados em programas voltados principalmente para as áreas de saneamento básico, saúde e educação.

“Nós prefeitos temos a expectativa de que a ministra trate de assuntos relevantes nas administrações públicas municipais nas quais estão passando por momentos difíceis. Queremos ouvir de Ideli Salvatti qual será a solução para ajudar aos municípios que hoje são meramente pagadores de folha de pessoal. Nós temos hoje os recursos escassos, o aumento de salário mínimo, o Piso dos Professores, a saúde pública. Gostaríamos que a ministra levasse esses problemas à presidente Dilma para melhorar o que os prefeitos esperam que é o Fundo de Participação dos Municípios”, destaca o presidente da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), Antônio Fernandes, o Tonhão (PSC).

Ministra fala da viabilização dos programas do Governo Federal

O prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins deu boas vindas aos participantes do encontro que acontece por todo dia, inclusive com a participação do ministro da Saúde, Antonio Padilha e da Integração Nacional, Fernando Bezerra.
“Quero desejar a todos os que vieram para o evento, que tenham bom proveito da reunião, pois tem muito dinheiro federal para ser destinado por meio de projetos em todas as áreas que visam melhorar a qualidade de vida do nosso povo, que é a missão dos prefeitos”, ressalta Airton Martins.

Implementação

A ministra Ideli Salvatti falou da importância em realizar o Primeiro Encontro Estadual, no Estado de Sergipe. “É importante que Sergipe, seja o primeiro a implementar aquilo que a presidente Dilma nos pediu, ou seja uma proximidade cada vez maior com os prefeitos e prefeitas, viabilizando que todos os programas que o Governo Federal desenvolve em todas as áreas possa estar acontecendo em todos os municípios do Brasil”, entende.

João Alves Filho discursou em nome dos demais prefeitos

“Estamos aqui para organizar o apoio a gestão, a parceria entre Governo Federal, Estadual e prefeituras e esperamos, eu não tenho a menor dúvida, de que seja um grande sucesso, pois temos parceiros e companheiros compromissados com este projeto de Brasil desenvolvido, rico, sem miséria, com oportunidade para todos os brasileiros. Vamos estar junto com o governador, estruturando para que todos os prefeitos de Sergipe possam ter condições de apresentar os projetos e executar as obras de forma plena”, enfatiza.

Apoio

A ministra falou ainda sobre a reunião realizada com gestores de órgãos federais em Aracaju. “Tivemos ontem à noite uma reunião com os gestores dos órgãos federais que atuam no estado, visando apoio e capacitação dos prefeitos. Cada um dos prefeitos vai ter a oportunidade de conhecer detalhadamente as diretrizes gerais dos programas que o Governo Federal desenvolve e vai poder acessar a situação específica do seu município a exemplo do Minha Casa Minha Vida”, afirma lembrando que já foram liberados R$ 5 bilhões para Sergipe, visando um socorro aos municípios castigados pela seca.

Tonhão: "Prefeitos são meramente pagadores de folha"

“Mas isso não é suficiente e temos mais recursos para serem anunciados quando da próxima visita da presidente Dilma ao Nordeste, após a Semana Santa”, anuncia.

Quanto a preocupação dos prefeitos no que se refere ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM), Ideli Salvatti disse: “Nós estamos acompanhando atentamente e já tivemos uma situação aonde o FPM teve uma queda em relação ao ano interior, que foi em 2010, naquela época houve uma reposição do FPM, o presidente Lula repôs para equilibrar com o que tinha sido arrecadado no ano anterior e se tivermos uma repetição, a presidente já sinalizou”.

Piloto

O governador Marcelo Déda destacou a escolha do Estado de Sergipe para sediar o evento. “Eu quero agradecer à presidenta Dilma e à ministra Ideli, porque o Estado de Sergipe se transformou no piloto, pioneiro desse trabalho de descentralização das relações do Governo Federal com os governos brasileiros. Eu alcancei o tempo em que prefeitos foram recebidos em Brasília com cacetetes, bombas de gás e cães policiais. Hoje os prefeitos são recebidos pela presidência da República anualmente e o Governo Central sai de Brasília para vir para os estados através da ministra encarregada para dialogar diretamente com os prefeitos, mostrando os programas federais, aproximando os prefeitos desses programas, construindo parcerias com os estados”, afirma.

Elogios

Airton Martins deu boas vindas aos participantes do evento

Iniciando o discurso citando um adágio popular, o prefeito João Alves Filho disse que “O diabo é sabido porque é velho. Só vi uma gestão presidencial que se volta para as prefeituras do interior do nosso país no Governo do presidente Geisel. Após 34 anos, retorno à Prefeitura de Aracaju e me deparo com essa receptividade por parte da Presidência da República. A ministra Ideli tem um papel fundamental. É notória que é a mais procurada, tanto pelos aliados como pelos adversários. A ministra Ideli era a musa do Congresso, agora é a musa dos prefeitos sergipanos”, elogia lembrando que Dilma Rousseff chama Déda de ‘Dedinha’.

Em tom de brincadeira, a ministra respondeu: “Quero chamá-lo de Joãozinho Alves. Eu senti um clima”.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais