Prefeitura de Maruim decreta situação de emergência 

0
Decreto em validade de até 90 dias (Foto: Arquivo / Prefeitura de Maruim)

A prefeita interina de Maruim, Edileuza de Chile (PV), decretou estado de emergência por calamidade administrativa no município. O decreto tem validade de 90 dias e de acordo com a Prefeitura é uma forma que a gestora encontrou para viabilizar o início da administração pública.

De acordo com o secretário de comunicação, Moíses Guedes, o gestor Geraldo Maynard (PT), afastado para tratar complicações da Covid-19, assumiu a prefeitura numa situação bem complicada, por isso a prefeita interina optou por decretar situação de emergência.

“Encontramos a prefeitura sem nada para conseguir administrar, não tinha papel, nem caneta, computadores danificados, veículos sucateados, então, o decreto de emergência foi para facilitar a compra imediata. Sem o decreto teria que esperar 30 dias ou 40 dias para o resultado de uma licitação e dessa forma a administração não teria como funcionar, por isso o decreto. Ele tem validade de até 90 dias e provavelmente não será preciso se estender por todo esse período”, explica.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais