Projeto aperfeiçoa controle externo de contas públicas

0
Conselheiro-presidente do TCE, Carlos Alberto Sobral de Souza (Foto: Ascom/TCE)

Visando aperfeiçoar o controle externo das contas públicas em Sergipe, o Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) já iniciou os trabalhos do Projeto de Inteligência no Sistema de Auditoria Pública (Sisap). Viabilizada por meio de uma parceria da Corte de Contas com a Universidade Federal de Sergipe (UFS), a ação irá agregar uma série de novidades à ferramenta que reúne informações orçamentárias, financeiras, contábeis e administrativas dos órgãos sob jurisdição do TCE.

Essas novidades e as perspectivas do projeto foram apresentadas aos técnicos e analistas do TCE na manhã desta segunda-feira, 25, no miniauditório da Casa. Na oportunidade, o conselheiro-presidente, Carlos Alberto Sobral de Souza, foi pessoalmente abrir o encontro. "O projeto será de grande valia e utilidade para os servidores da Casa, especialmente quanto à fiscalização e compartilhamento dos dados. Foi uma satisfação ter firmado esse convênio com a UFS para tornar o Sisap mais fácil de ser entendido, dando mais praticidade aos servidores ao realizar suas funções", disse o presidente.

A ideia é que os profissionais da Coordenadoria de Informática, em cooperação com professores-doutores e alunos do Departamento de Computação da UFS aprimorem o Sisap com inovações como a Inteligência Aplicada aos Negócios (Business Intelligence), o Minerador de Dados e o sistema de Geoprocessamento.

Conforme prevê o convênio, os trabalhos terão a duração de 14 meses. “Em primeiro lugar, precisamos de um comprometimento da Universidade com o Tribunal. Nos reunimos hoje para que todos fiquem a par do projeto, pois precisamos garantir que a partir disso todos ajudem a desenvolvê-lo”, ressaltou o professor da UFS e coordenador do projeto, Methanias Colaço Júnior.

Na sua apresentação o professor motivou o público presente e revelou as áreas prioritárias eleitas pelos próprios líderes dos departamentos que compõem a Corte de Contas. São elas: Pessoal, Despesas com Educação e Saúde, Licitações, Análise Orçamentária, Limites Constitucionais e Aplicabilidade das Receitas.

Methanias ainda antecipou algumas das funcionalidades que serão agregadas ao Sisap, como os relatórios com definição de alertas, os vários formatos de visualização de informação e a definição de filtros.

Geoprocessamento

Um dos destaques do projeto consiste no Geoprocessamento das obras públicas, por meio do qual será possível acompanhar via internet o andamento de cada obra dos municípios sergipanos através de imagens atualizadas constantemente. A ideia é que um aplicativo instalado no celular do representante de determinado órgão permita o cadastro das obras e o envio das fotos.

“O sistema de geoprocessamento é uma parte deste projeto, que vem para facilitar as inspeções das obras. Assim, o pessoal da nossa engenharia vai poder acompanhar tudo em tempo real, sem precisar se deslocar com tanta frequência, apenas fiscalizando através do sistema”, falou o coordenador de informática do TCE, Arquimedes Sidney Lima, lembrando ainda que o sistema vai ser agregado ao portal da transparência, para conhecimento de todos os jurisdicionados e da sociedade em geral.

Fonte: Ascom/TCE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais