Receita lança aplicativo de coleta de dados para imóveis

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Receita Federal lançou um novo aplicativo que permite o envio de solicitações de atos cadastrais para seu Cadastro de Imóveis Rurais – Cafir na internet. Trata-se do Coletor Web do Cafir, que pode ser acessado online no sítio da RFB. Foi publicada a IN RFB 1.467, de 22 de maio de 2014, que disciplina o Cafir, bem como a nova sistemática de envio de solicitações cadastrais pela web.

A partir de agora, os titulares de imóveis rurais poderão enviar solicitações de inscrição, alteração cadastral, alteração de titularidade por alienação total, cancelamento e reativação de imóvel rural pela internet. Após o envio, o solicitante deverá apresentar, em uma unidade de atendimento da RFB, a documentação comprobatória juntamente com o recibo emitido no Coletor, chamado Documento de Entrada de Dados Cadastrais do Imóvel Rural – Decir. Isso poderá ser feito presencialmente ou por via postal.

A Receita Federal analisará a solicitação cadastral à vista da documentação apresentada pelo solicitante e poderá deferir, indeferir ou alterar de ofício a mesma. O solicitante poderá acompanhar o andamento da solicitação pelo próprio Coletor Web, mediante os números de recibo e de identificação, gerados no envio. Todo o procedimento será realizado online, sem necessidade de instalação de qualquer programa na máquina do usuário.

Entre as funcionalidades do novo aplicativo estão:

– a possibilidade de solicitar os atos de inscrição, alteração cadastral, alteração de titularidade por alienação total, cancelamento e reativação de imóvel rural pela internet;
– a consulta à solicitação, que permitirá acompanhar a recepção da documentação pela Receita Federal, bem como o resultado decorrente da análise, seja o deferimento, o indeferimento ou a alteração de ofício;
– a possibilidade de conhecer o motivo de indeferimento da solicitação, para que possa enviar nova solicitação;
– a impressão do Decir, que é o comprovante de envio da solicitação;
– a consulta aos dados do imóvel e impressão do comprovante de inscrição.

Fonte: Receita Federal do Brasil  / AMURCES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais