Semana pela Democratização da Comunicação acontece em SE

0
(Foto: Divulgação)

Discutir a comunicação como direito humano e avançar em propostas para garantir uma mídia diversa e plural em Sergipe. Estes são os principais objetivos da Semana pela Democratização da Comunicação, que acontece entre os dias 14 e 17 deste mês em Aracaju.

Com uma programação diversificada, a Semana é um evento nacional, realizado anualmente, em que entidades da sociedade civil, movimentos populares, organizações sindicais e outros coletivos evidenciam a importância da comunicação para o desenvolvimento e para a promoção dos direitos humanos.

Em Sergipe, a programação da Semana terá início na terça-feira, dia 14, com um debate sobre os desafios atuais da Liberdade de Expressão no Brasil. A atividade, que acontecerá no auditório da CUT, a partir das 14h, contará com a presença dos jornalistas Cristian Góes e Paulo Sousa.

Já na quarta-feira, dia 15, também como programação da Semana pela Democratização da Comunicação, será realizado o Seminário Economia Política da Música, com palestra da professora da UFS, Verlane Santos. O seminário será no espaço Intera Criativa, às 19h.

Na quinta, a Semana tem continuidade com um debate sobre a Comunicação Pública em Sergipe e no Brasil, na Fundação Aperipê, a partir das 8:30h. Esse debate terá as presenças de César Bolaño, professor da UFS, Carol Westrup, do Intervozes, e Luciano Correia, diretor-presidente da Aperipê.

E, na sexta, dia 17, uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa marca o encerramento da Semana. O tema da Audiência, que começa às 9h, é "Políticas de Comunicação em Sergipe: possibilidades e desafios".

Segundo Carol Westrup, do Intervozes, uma das entidades organizadoras do evento, a Semana pela Democratização da Comunicação discute temas que interessam a toda a sociedade sergipana. “A discussão sobre o direito à comunicação diz respeito com a própria discussão sobre a nossa democracia. Todos nós estamos em contato direto com a mídia, sofrendo as diversas influências dos seus conteúdos e formatos. Por isso, é fundamental a população passar a discutir com mais frequência a comunicação, que é um direito e não um negócio”, acredita. Todas as atividades da Semana pela Democratização da Comunicação são gratuitas e abertas ao público.

Com informações da Ascom

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais