Sergipanos continuam homenageando Marcelo Déda

0
Com terço, muitos admiradores fazem orações na fila (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

A população de Sergipe continua prestando homenagens ao governador Marcelo Déda, que morreu na madrugada da segunda-feira, 2, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O Palácio-Museu Olímpio Campos permanecerá aberto ao público até o meio-dia desta terça-feira, 3, para que os sergipanos possam externar o adeus ao estadista sergipano.

Os cumprimentos à família do governador foram feitos durante a madrugada e, na manhã desta terça-feira, 3, os sergipanos continuam formando filas na porta do Olímpio Campos em grito uníssono de reconhecimento do talento e do carisma do governador.

Velório continua até às 12h

Apolônio reconhece o talento

“Eu não vi nestes últimos 40 anos um político como Marcelo Déda. Sergipe e o Brasil perderam, mas ele deixa um grande exemplo: não podemos em nenhum momento da nossa vida deixar nos acovardar diante da doença e ele provou que era um guerreiro”, opinou o Cacique Apolônio, da comunidade Xocó.

Ao meio-dia será encerrada a visitação pública e o corpo do governador seguirá para Salvador, capital baiana, onde será cremado, em solenidade reservada à família. A cremação do corpo atende ao desejo do próprio governador Marcelo Déda, que chegou a pensar no funeral assim que percebeu que a batalha contra o câncer, em algum momento, seria vencida.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais