Sergipanos organizam ato em repúdio a Marco Feliciano

0
Passarela do Caranguejo será ponto de encontro de manifestantes (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Organizados a partir das redes sociais da internet, sergipanos de alguns municípios do interior do Estado e da capital, estão se mobilizando para organizar um Ato em repúdio a indicação do deputado federal por São Paulo, Marco Feliciano (PSC), indicado e eleito para assumir a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

Marco Feliciano é acusado de se referir de forma racista e homofóbica em declarações divulgadas no seu twitter. Segundo ele, “Africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato”. Em outro poste, publicado na mesma data, ele continua: “sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, Aids. Fome…”. Já sobre as relações homoafetivas, o deputado disparou, em 2010: “a podridão dos sentimentos dos homoafetivos leva ao ódio, ao crime e à rejeição”.

Por causa dessa postura diante de minorias, que sempre tiveram que lutar contra o preconceito e, de certa forma, encontram na CDHM um espaço democrático para discussão e consequentes avanços na formatação de políticas públicas que minimizam-o, que a sociedade Civil sergipana pretende protestar contra a indicação de Feliciano à presidência da referida Comissão.

O Ato, que tem como título “Marco Feliciano Não”, irá acontecer a partir das 14h deste sábado, 9, com ponto de encontro na Passarela do Caranguejo, Avenida Santos Dumont, bairro Atalaia. A organização do Ato convida todos os cidadãos sergipanos a participarem do protesto.

Fonte: Organização do Ato

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais