Sergipe assina pacto pelo desenvolvimento do NE

0

Momento da assinatura/Foto:Márcio Dantas/ASN
União, estados e municípios juntos para combater as desigualdades sociais presentes na região nordeste. Essa é a síntese do compromisso que foi assinado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e governadores nordestinos durante a solenidade que marcou a abertura da 1ª Mostra Nacional de Desenvolvimento Regional. O ato foi realizado nesta terça-feira, 24, no Centro de Convenções da Bahia, na cidade de Salvador. O governador Marcelo Déda foi um dos governadores que assinou o compromisso para acelerar a redução das desigualdades em Sergipe.

“Esse pacto mobiliza os entes da federação para enfrentar alguns indicadores que envergonham o nordeste brasileiro”, salientou o governador. Ele se referiu às metas do compromisso “Mais Nordeste Pela Cidadania”, que focam a redução da mortalidade infantil, a queda do analfabetismo, a erradicação do sub-registro civil e o fortalecimento da agricultura familiar.

“Nós assumimos, conjuntamente, o compromisso da garantir o acesso ao registro civil a todas as crianças nascidas na região, reduzindo o número de sub-registros, o compromisso de buscar adequar os indicadores de mortalidade infantil aos padrões do país e depois aos padrões internacionais, melhorando o atendimento e o acompanhamento das mães no trabalho de pré-parto, além da assistência prestada às gestantes”, destacou Déda.

Metas para o Nordeste

Segundo o governador, também foi pactuada a ampliação da rede de extensão rural, oferecendo assistência técnica à agricultura familiar. “Estas são medidas que visam garantir direitos aos cidadãos nordestinos, atingindo metas civilizadas que coloquem a região Nordeste num patamar de igualdade com as demais regiões do país”, avaliou.

Assinaram o documento, além do governador Marcelo Déda, o governador em exercício do Ceará, Francisco Pinheiro, os governadores da Bahia, Jacques Wagner, da Paraíba, José Maranhão, do Piauí, Wellington Dias, além de Wilma de Faria, do Rio Grande do Norte, e Teotônio Vilela Filho, de Alagoas. Também subscreveram o documento os ministros do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Kassel, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais