Servidor do Estado continua sem perspectiva de reajuste salarial

0
Belivaldo Chagas anuncia reforma, mas não fala em reajuste (foto: Portal Infonet)

O governador Belivaldo Chagas (PSD) encaminhará projetos de lei ainda nesta terça-feira, 4, propondo mudanças na estrutura da administração público, tendo como base a extinção de alguns órgãos e até a fusão de algumas pastas com o corte de cerca de 900 cargos em comissão, mas ainda não há boas notícias para o funcionalismo público.

O governador revelou, em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, que só pensará em política salarial para os servidores quando encontrar o reequilíbrio financeiro da máquina pública. E, neste tom, o governador continua sem previsão para o calendário de pagamento do 13o salário e nem também sobre a recomposição dos salários dos servidores que estão praticamente congelados há alguns anos.

O governador reconhece a necessidade de se definir uma política salarial para recompor as perdas salariais acumuladas, mas não tem ideia de quando isso possa ocorrer. “Espero que o mais breve possível, vamos trabalhar com este objetivo”, disse. “Temos um período grande sem reajuste, sem recomposição. Mas precisamos ter os pés no chão e responsabilidade. Não vamos tratar de aumento para servidor sem encontrar o reequilíbrio financeiro. Enquanto não encontrar este reequilíbrio, fica difícil fazer promessas”, destacou.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais