Susana cobra nomeação de delegados

0

Susana Azevedo: “Várias delegacias não possuem delegados”/Foto: Alese
A deputada estadual Susana Azevedo (PSC) fez pronunciamento na sessão desta quarta-feira, 16 para sugerir que seja criada uma comissão de deputados para que possa sensibilizar o governador Marcelo Déda para que os delegados excedentes aprovados no concurso público de 2006 sejam convocados. A deputada solicitou ao líder do governo na Casa, Francisco Gualberto (PT), que intermedeie as negociações.

Segundo Susana, em 2006 o governo do Estado fez concurso para delegado e 140 pessoas foram aprovadas. Todas fizeram o curso na Academia de Polícia Civil e até agora 85 já foram convocadas. Desse total, 24 deixaram o cargo por terem sido aprovados em outros concursos. “Por conta disso hoje existe uma necessidade muito grande de que os excedentes sejam chamados, pois várias delegacias não possuem delegado”, disse, citando o caso do município de Tobias Barreto, que poderia ter uma delegacia regional, pois fica na divisa do Estado, mas isso não é possível porque não tem delegado.

Um grupo de delegados excedentes esteve na galeria da Assembleia na sessão de hoje, para pedir apoio dos parlamentares. Segundo a deputada Susana Azevedo, dos 55 delegados que não foram convocados, 15 já passaram em outros concursos públicos, então só restariam 40 para ser chamados.  Ela disse que o Estado já gastou com essas pessoas, porque pagou academia, bolsa formação e cursos para que eles estivessem capacitados para servir à sociedade. “É injusto depois de todo esse treinamento eles não serem absorvidos. O que eles querem é isso e a sociedade também clama por isso”, disse.

Antes de encerrar seu pronunciamento, Susana Azevedo leu o manifesto entregue pelos aprovados no concurso aos deputados, onde eles explicam o que está acontecendo. A deputada frisou que, como 20% dos aprovados e que ainda não convocados a assumirem o cargo de delegados já são funcionários públicos da Polícia Civil, o impacto na folha de pagamento do Estado não seria grande. “Mas seria de grande importância que o Estado os convocasse, para que as delegacias que não dispõem de delegado possam ter profissionais capacitados”, disse Susana, preocupada que a convocação não ocorra até outubro, quando vence o concurso.

Fonte: Agência Alese

 

 

Comentários