TCE não descarta abrir processo para casos graves na folha do Governo

0

Na primeira remessa entregue à Secretaria de Estado da Administração, o Tribunal de Contas do Estado reuniu 450 nomes de servidores suspeitos de manter mais de um vínculo entre Estado e prefeituras sergipanas. De acordo com o conselheiro Ulices Andrade, presidente do TCE, competirá ao Governo analisar, nas próximas semanas, quais desses duplos e até triplos vínculos são irregulares, e adotar medidas para solucionar os problemas. Se identificados casos graves, como funcionários fantasmas, o conselheiro afirmou que vai instaurar procedimento para reaver os valores recebidos indevidamente por esses servidores.

A Constituição prevê que servidores das áreas de Educação e Saúde são os únicos que podem manter mais de um vínculo no âmbito da administração pública. O secretário de Administração disse que vai analisar caso a caso.

Confira a matéria completa no vídeo:

Comentários