TRE/SE acata denúncia contra prefeito de Poço Verde

0

Momento em que o relator Fernando Escrivani lia o voto (Fotos: Portal Infonet)

Por maioria [apenas o juiz José Alcides votou contra], o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE), acatou a denúncia do Ministério Público Eleitoral contra o prefeito de Poço Verde, Thiago Basílio Dória de Almeida (PSB). Ele é acusado pelo crime da compra de votos na eleição de 2012. Com isso, o processo será instaurado e a defesa informou que vai entrar com recurso.

Na sessão da tarde desta quinta-feira, 20, o voto do relator, o juiz Fernando Escrivani, pelo recebimento da denúncia, foi acompanhado pelos juízes Osório Ramos, Cezário Siqueira, Denise Drummond, Gardênia Carmelo e Cristiano Macedo.

Na leitura do voto, o relator Fernando Escrivani destacou a denúncia do crime eleitoral que teria sido praticado por Thiago Dória, ao “oferecer máquinas ao fazendeiro José Hortêncio para a limpeza de tanques na propriedade, em troca dos votos dele e dos familiares”.

O crime teria sido praticado em 2012 e ao verificar a denúncia, o promotor eleitoral Lúcio José Cardoso Barreto Lima, constatou pessoalmente o uso de máquinas da prefeitura no serviço, dando início à investigação contra Thiago Dória.

Defesa

Advogado Paulo Ernani: "Processo já passou pelo TRE e não foi uma vez só"

O advogado Paulo Ernani afirmou que a denúncia já havia sido julgada improcedente tanto na Justiça Eleitoral, quanto no próprio TRE/SE, não tendo justificativa de retornar, ouvindo as mesmas testemunhas.

“Eu respeito a decisão, mas vamos entrar com instrumentos jurídicos, pois esse processo já passou pelo Tribunal Regional Eleitoral e não foi uma vez só. Não dá pra entender a denúncia voltar, pois passou por dois juízes diferentes, que julgaram improcedente, dizendo que não havia a captação ilícita de votos. Todo mundo foi ouvido, foi exaurido o processo, foi para o TSE que manteve a decisão. Veio para o TRE e como é que esse tribunal em dois julgamentos diz que não houve a captação ilícita e agora vai apurar de novo? Já movimentou o Judiciário Eleitoral duas vezes, já movimentou o TRE duas vezes e agora vai movimentar tudo de novo, ouvindo as mesmas pessoas e afirmam que é só receber a denúncia? Não é. Causa um constrangimento não só ao prefeito, mas aos familiares”, argumenta.                                                                                        

Thiago Dória, acusado pelo crime da compra de votos

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais