Vereadora defende ampliação de beneficiários do auxílio emergencial

0
Ângela Melo vota a favor de auxílio emergencial, mas defende ampliação de valores, beneficiários e período (Foto: Assessoria)

Compreendendo a necessidade de políticas públicas para as famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica, na sessão desta terça-feira (20), a vereadora Professora Ângela Melo (PT) votou favorável ao Projeto de Lei enviado pela Prefeitura de Aracaju instituindo o Auxílio Municipal Emergencial.

Para a parlamentar petista, porém, a iniciativa da Prefeitura deve ser melhorada em três aspectos: ampliação do quantitativo de beneficiários do auxílio; aumento do valor mensal destinado às famílias; e concessão do auxílio por um período superior a três meses.

A respeito do quantitativo, a Prefeitura anunciou que cinco mil famílias serão beneficiadas, porém, Ângela Melo lembrou que, de acordo com dados do Observatório Social de Aracaju, a cidade tem 37 mil famílias vivendo em situação de pobreza ou extrema pobreza. “Se Aracaju possui mais de 37 mil famílias pobres ou extremamente pobres, por que a Prefeitura irá beneficiar apenas cinco mil? E quais critérios utilizará para que uma família receba e outra em situação semelhante não?”, questionou.

Pelo teor do projeto aprovado na Câmara, o Auxílio Municipal Emergencial será pago durante três meses, com possibilidade de prorrogação por apenas mais três meses. “Infelizmente, os efeitos da pandemia nas pessoas em maior vulnerabilidade não serão de curto prazo. Por isso é preciso que a Prefeitura reúna esforços para que o auxílio vá além dos seis possíveis meses”, defendeu Ângela Melo.

Também de acordo com o projeto, o Auxílio Municipal Emergencial será de R$ 200 mensais, o que, para Professora Ângela Melo, se revelará insuficiente para as famílias beneficiárias. “Todos os alimentos aumentaram de preço, está tudo mais caro. Todos os itens da cesta básica estão com preços bem maiores que anos atrás. É fundamental que um valor mais alto seja apresentado pela Prefeitura”, enfatizou.

A vereadora ressaltou ainda a importância de garantia da transparência sobre a aplicação dos recursos. “É essencial que, enquanto representante da população de Aracaju, a Câmara acompanhe a aplicação dos recursos, com o Executivo enviando mensalmente informações sobre método de pagamento, se os valores estão chegando às famílias, dentre outras”, sugeriu Professora Ângela Melo.

Fonte: Assessoria parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais