Câmara cria CPI para investigar prefeito de Canindé por atos ilícitos

0
Ednaldo da Farmácia começa a ser investigado pelos vereadores (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Câmara Municipal de Vereadores de Canindé do São Francisco criou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a conduta do prefeito Ednaldo Vieira Barros (PP), o Ednaldo da Farmácia, acusado por prática de atos ilícitos, que teriam gerado prejuízos aos servidores do município. A CPI foi instalada na noite da terça-feira, 18, durante sessão do Poder Legislativo Municipal.

Conforme informações do vereador Weldo Mariano de Souza, presidente da Câmara, a CPI é composta pelos vereadores Joselildo Almeida (PRP), conhecido como Pank, que atuará como presidente, José Gomes Filho (PDT), o relator, e Adriano Santana Feitosa (DEM), membro. Os trabalhos da CPI serão iniciados em breve, mas ainda não há informações sobre o calendário de atividades.

De acordo com o vereador Weldo Mariano, o pedido para investigar a conduta do prefeito partiu de um servidor público municipal que se sentiu prejudicado com as ações do líder do Poder Executivo. As denúncias revelam, conforme o presidente da Câmara, que o prefeito deixou de repassar às instituições financeiras os valores destinados ao pagamento de empréstimos consignados e também não tem repassado de forma regular a contribuição patronal para o Instituo Nacional de Previdência Social (INSS).

Há também, conforme o presidente da Câmara, denúncia de irregularidades na aquisição de medicamentos, que também já é alvo de investigação no âmbito do Ministério Público Estadual (MPE).

O Portal Infonet tentou ouvir o prefeito, mas não obteve êxito. A assessoria de imprensa do município se comprometeu a enviar uma resposta ainda nesta quarta-feira, 19. O Portal Infonet permanece à disposição. Informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

por Cassia Santana

Comentários