Aracaju se prepara para vacinar crianças com a CoronaVac

0
(Foto: André Moreira)

Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso da vacina CoronaVac para imunização de crianças com idade a partir de 6 anos e o Ministério da Saúde publicar Nota Técnica incluindo este imunizante no Plano Nacional de Imunização, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), está montando a logística, levantando o estoque e elaborando o planejamento para iniciar a oferta de mais uma vacina para o público infantil. Atualmente, o Município segue vacinando as crianças com idade entre 5 e 11 anos contra a covid-19.

No último sábado, 22, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Ávila Nabuco (Médici) e José Machado de Souza (Santos Dumont) funcionaram para este serviço e imunizaram 267 crianças. Com isso, até o momento, a capital conta com 525.323 aracajuanos vacinados com a primeira dose, o que corresponde a 84,09% da população vacinável (com 5 anos ou mais).

A partir desta segunda-feira, 24, funcionando das 8h às 15h, as vacinas pediátricas contra a covid-19 estão disponíveis em oito UBSs: Carlos Hardman (Soledade), Carlos Fernandes (Lamarão), José Machado (Santos Dumont), Joaldo Barbosa (América), Ávila Nabuco (Médici), Amélia Leite (Suissa), Geraldo Magela (Orlando Dantas), João Bezerra (Areia Branca).

Com a inclusão da vacina CoronaVac para imunização de crianças e adolescentes de 6 a 17 anos, a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, adiantou que o município está se preparando para ofertar mais esse imunizante na vacinação infantil.

População em geral

Para a população acima dos 12 anos, a vacina contra a covid-19 (D1, D2 e dose de reforço) está disponível em 44 Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Outra estratégia para acesso à vacinação é o ‘Carro da Vacina’, que durante esta semana estará percorrendo a região central da cidade e bairros adjacentes.

O drive-thru montado no Parque da Sementeira também segue ativo, e nesse ponto os vacinados na capital sergipana devem apresentar apenas documento de identificação e o cartão de vacina onde a primeira ou a segunda dose foi registrada. O código de validação cadastral emitido pelo VacinAju só é obrigatório para as pessoas que se vacinaram em outros estados e atualmente residem em Aracaju.

Fonte: PMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais