Assistência farmacêutica será debatida na Alese

0
O evento marcado para iniciar às 8h30 conta com a parceria do Conselho Regional de Farmácia (CRFSE)
(Foto: Ilustrativa SMS)

Por iniciativa do deputado Georgeo Passos (Cidadania), será realizada na próxima segunda-feira, 9, no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe, uma audiência pública com a finalidade de debater o tema: “Panorama da Assistência Farmacêutica no Cenário Nacional e Local”. O evento marcado para iniciar às 8h30 conta com a parceria do Conselho Regional de Farmácia (CRFSE).

Na oportunidade, a presidente do Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal e membro da Comissão Parlamentar do Conselho Federal de Farmácia, Dra. Gilcilene Maria dos Santos El Chaer vai falar sobre “A Assistência Farmacêutica na Legislação Federal: avanços e ameaças”.

O Dr. Divaldo Pereira Lyra Júnior, professor da Universidade Federal de Sergipe, vai ministrar palestra sobre “Implantação do Curso de Farmácia na UFS e o seu impacto na Assistência Farmacêutica Sergipana”.

E o presidente do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe, Marcos Cardoso Rios, irá abordar o tema: “Assistência Farmacêutica em Sergipe: Impacto nos serviços Públicos e Privados”.

Estratégia de segurança

Para o presidente do CRFSE, Marcos Rios, é preciso trabalhar a assistência farmacêutica como estratégia de segurança à saúde da população. “Isso no que se refere ao uso racional de medicamentos e à qualidade de vida dos pacientes”, informa agradecendo ao deputado Georgeo Passos pela oportunidade de abrir espaço no plenário da Alese visando discutir o assunto, considerado um problema de estado.

“Georgeo Passos corrobora com a necessidade e a importância de levar esse debate para a Assembleia Legislativa Sergipana. Quando falamos de assistência farmacêutica estamos falando de saúde e da vida das pessoas. Por isso, é essencial que possamos promover essa discussão no plenário como forma de debater a área e as melhorias que isso pode significar para a nossa sociedade”, entende.

Fonte: Rede Alese
*Com informações da Ascom CRFSE

 

Comentários