Bairro Grageru passa a contar com o Programa Academia da Cidade

0
O Programa Academia da Cidade atende a todas as faixas etárias (Foto: Ana Lícia Menezes)

Com a proposta de requalificar os espaços públicos, promover relações sociais e uma vida mais saudável, a Prefeitura de Aracaju desenvolve o Programa Academia da Cidade, uma ação que integra o Planejamento Estratégico da atual gestão. Já presente em 25 bairros da cidade, o Programa passa a contemplar, a partir desta semana, os moradores do Grageru, bairro que recebe o 26º polo do Academia da Cidade.

O Programa, que oferece aulas gratuitas e monitoradas de educação física, com o objetivo de fomentar, cada vez mais, o bem-estar físico e mental dos aracajuanos, vai ser disponibilizado à população do Conjunto dos Motoristas, no bairro Grageru, todas às terças e quintas-feiras.

“Nós fomos lá visitar, avaliamos e vimos que tinha viabilidade para iniciar. Tivemos a organização logística, de levar os equipamentos para o espaço e agora começaremos a parte de orientação com a comunidade, para divulgar, inscrever os interessados e começar o polo propriamente dito”, afirma Magno Carvalho, coordenador do Programa Academia da Cidade, que é desenvolvido pela Secretaria Municipal da Saúde.

A instalação do novo polo já vinha sendo analisada há algum tempo pela gestão municipal, para atestar a viabilidade do local, pois é necessário avaliar se a praça que receberá o polo oferece as condições mínimas para o desenvolvimento das atividades do Programa, quanto ao tamanho; se a localidade tem público razoável interessado em participar; e se tem espaços cobertos para realizar as atividades em dias chuvosos.

“O bairro Grageru tem um público que já fazia algumas atividades, mas de forma isolada, e agora vamos fazer a coisa com profissionais capacitados para melhorar as condições daquela população”, afirmou Magno.

Para aqueles que desejam participar, é bem simples:  basta se dirigir ao polo, onde há a aplicação do protocolo, que é um questionário de aptidão. “Estando apta, a pessoa já pode se integrar as atividades. No entanto, se houver alguma intercorrência com relação a sua condição de saúde, o cidadão é direcionado a Unidade Básica”, explica o coordenador do programa.

O Programa Academia da Cidade atende a todas as faixas etárias e é composto por profissionais e estudantes de Educação Física, em conjunto com estudantes de Nutrição, os quais fazem parte do projeto por meio de uma interface da Secretaria da Saúde com os departamentos de Nutrição da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Tiradentes (Unit) e Faculdade Estácio. Essas equipes são responsáveis pela aplicação do protocolo, instrumento de avaliação da condição de saúde de cada participante, a partir do qual são planejadas as intervenções com as atividades físicas.

De acordo com Magno Carvalho, uma das principais metas desse ano é trabalhar a redução de peso, já que os índices de mortalidade por questões de obesidade no país ainda são preocupantes. “A gente vem com uma meta de reduzir o indicador de sobrepeso e obesidade, já que os índices são altos, não só em Aracaju, mas no Brasil como um todo. Estamos também potencializando a questão da requalificação do espaço público, fortalecendo esse aspecto em cada polo, para que as pessoas o tenham como seu, o que fará com que cuidem mais do espaço público e a questão da depredação será menor”, pontuou.

Fonte: PMA

Comentários