População deve se atentar a proliferação do Aedes em bromélias

0
Bromélias voltam a ser foco do mosquito (Foto: Pixabay)

Os aracajuanos precisam ficar atentos aos cuidados com o acúmulo de água nas plantas do tipo bromélia. É que de acordo com o Levantamento de Índice Rápido do Aedes (LIRAa), realizado nos meses de setembro e novembro deste ano, elas voltaram a ser habitat das larvas do Aedes Aegypti. Esta situação não era registrada pelo LIRAa há cinco anos na capital sergipana.

De acordo com o gerente do Programa Municipal de Controle do Aedes, Jeferson Santana, os registros evidenciam uma certa desatenção da sociedade em relação aos cuidados com a presença de larvas do mosquito transmissor da Chikugunya, Dengue e Zika Vírus em plantas.

Como forma de prevenção, o gerente recomenda que a população procure checar os depósitos de água [o que inclui os recipientes onde ficam as plantas] pelo menos uma vez por semana. “É importante verificar se tem água parada nas folhas, colocar areia nos potinhos e trocar a água das plantas pelo menos uma vez na semana”, orienta.

Outros pontos da residência também não podem ser esquecidos, conforme o gerente, a exemplo de reservatórios de água e lavanderias, locais onde são registrados altos índices de proliferação das larvas.

LIRAa

Apesar do alarme, os dados do Levantamento divulgados ontem, 8, apontaram que o número de incidência do mosquito Aedes aegypti, em Aracaju, foi de 0,9. O número é o menor já registrado nos últimos 11 anos no mês de novembro, e mantém a capital em situação de baixo risco.

por Yago de Andrade

Comentários