Capacitação aprimora técnicas que antecedem a transfusão sanguínea

0
A capacitação é para profissionais que atuam nas Agências Transfusionais (AT’s) da rede hospitalar (Foto: SES)

O aprimoramento das técnicas para realização dos testes de prova de compatibilidade, pesquisa de anticorpos irregulares, prova cruzada, tipagem sanguínea, reclassificação ABO, fenotipagem RH estendida, prova direta e reversa, requer a constante renovação do conhecimento. Com esse fim a gerência da Hemorrede do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) promove capacitações para os profissionais que atuam nas Agências Transfusionais (AT’s) da rede hospitalar.

Conforme Jandson Marques, profissional da Hemorrede responsável pela capacitação, o detalhamento dos testes pre-transfusionais oportunizam mais conhecimentos sobre a rotina no laboratório. “Antes de qualquer transfusão de sangue são realizados testes de compatibilidade entre a bolsa doada que esta na unidade e uma amostra de sangue do paciente, cuja finalidade é amenizar possíveis reações transfusionais ao receptor”, explicou.
Ele ressaltou ainda que os procedimentos realizados no Hemose e, consequentemente na hemorrede cumpre a legislação do Ministério da Saúde (MS), que orienta o serviço de coleta, processamento e distribuição de sangue. “Esses testes são regulamentados por normas técnicas e duram em média de quarenta minutos à uma hora quando a compatibilização é feita logo nas primeiras bolsas testadas”, concluiu.
Aprendizado
Para o técnico José Valquírio Vieira Santos a capacitação é importante em função da dinâmica no atendimento hospitalar. “Enquanto profissionais precisamos ter conhecimento de detalhes que são muito específicos do sangue e, assim podemos realizar as técnicas de banca com mais segurança”, disse.
Fonte: SES
Comentários